Roncar durante a noite tem alguma consequência na qualidade do sono?


  • +A
  • -A
Imagem do post Roncar durante a noite tem alguma consequência na qualidade do sono?

Estar muito acima do peso e ter o queixo pequeno, a garganta flácida, a mordida estreita e o céu da boca em formato de ogiva podem fazer uma pessoa roncar. Todos esses fatores têm algo em comum: eles estreitam a passagem do ar e facilitam o contato entre as paredes da garganta, gerando o ronco. Em alguns casos, roncar durante a noite pode provocar consequências e reduzir a qualidade do sono.

Ronco pode interromper o sono e causar cansaço durante o dia


“Quando o ronco começa a atrapalhar o companheiro ou companheira, quando o paciente percebe que tem sonolência durante o dia e acorda com sensação de sufocamento é preciso ficar atento”, alerta Shigueo Yonekura, neurologista e especialista em Medicina do Sono. O barulho do ronco pode causar a
fragmentação do sono, impedindo que o ciclo do sono chegue às fases mais profundas, em que o descanso é maior.

Outra possível causa para o ronco é a apneia do sono. “Caracterizada pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta, provoca pequenas paradas respiratórias durante o sono. Quem sofre de apneia geralmente ronca, mas nem todos que roncam têm apneia. Cerca de 30% das pessoas que roncam têm apneia”, explica o médico.

Exercícios físicos ajudam a eliminar o ronco


Esses episódios da doença provocam o ronco, fazem o paciente acordar e, consequentemente, geram como sintomas, sonolência diária, irritabilidade, depressão, ansiedade, dificuldade de concentração, problemas de memória e impotência sexual. A apneia do sono é grave e progressiva e deve ser tratada, já que aumenta o risco de arritmias cardíacas, infarto do miocárdio e
hipertensão.

O tratamento do ronco e da apneia do sono dependerá dos sintomas e da gravidade do problema, com alternativas cirúrgicas e não cirúrgicas. “Uma orientação é praticar exercícios físicos com regularidade para perder peso, melhorar o tônus muscular e diminuir a flacidez e a vibração das estruturas de sustentação da faringe”, destaca o profissional. Evitar dormir de barriga para cima e evitar consumir bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos e refrigerantes no jantar também são medidas importantes.

Dr. Shigueo Yonekura é especialista em Medicina do Sono pelo Hospital das Clínicas da USP e é neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba. CRM-SP: 44519

Foto: Shutterstock

TAGS
insonia
sono

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Roncar durante a noite tem alguma consequência na qualidade do sono?"

Maartiolli

Tenho 58 anos, tenho apnéia uma das narinas vive sempre trancado, dificultando minha respiração, durante a noite ao dormir não consigo ficar de barriga para cima, pois me falta respiração, deitando de lado não tenho problema mas sinto o nariz trancado para respirar normalmente, e ronco muito sempre…

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.