Remédios para o tratamento da esquizofrenia provocam sonolência?

  • +A
  • -A

Principais medicamentos utilizados no tratamento da esquizofrenia, os antipsicóticos são fundamentais para controlar os sintomas da doença, estabilizando o quadro e permitindo que os pacientes tenham uma boa qualidade de vida. Contudo, esses remédios podem causar efeitos não desejados, como por exemplo a sonolência.

Remédio para esquizofrenia dá sono?


“Um dos
efeitos adversos dos antipsicóticos é a sonolência. Esse estado de sono ocorre pela própria ação do fármaco e da sua interação com receptores no sistema nervoso central. O nível dessa sonolência varia de acordo com o medicamento”, informa a psiquiatra Luciana Staut.

De acordo com a especialista, basicamente os mesmos mecanismos que levam a medicação a ter o seu efeito terapêutico assegurado fazem com que os efeitos adversos também apareçam. “Além da sonolência, existe a possibilidade de aumento de peso e tremores”.

Sonolência varia de acordo com cada paciente no tratamento da esquizofrenia


Alguns medicamentos têm maior potencial sedativo, enquanto outros podem causar este efeito em menor escala. O maior ou menor nível de sonolência também tende a variar de acordo com cada organismo. “Os perfis de efeitos adversos variam de acordo com a sensibilidade individual em relação aos
receptores em que os medicamentos atuam”.

É possível, por exemplo, que um remédio seja administrado durante o dia por não provocar sono para algumas pessoas. Outras podem, pelo contrário, sentir a sedação de dia e preferirem fazer o uso à noite. “O mais importante é que cada caso seja avaliado individualmente para que o melhor medicamento para o paciente seja administrado, com menor índice possível de efeitos adversos”.

Dra. Luciana Cristina Gulelmo Staut é psiquiatra, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e atende em Cuiabá (MT). CRM-MT: 6734

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Luciana Staut

Dra. Luciana Staut

Psiquiatria

CRM: 6734 / MT

TAGS
esquizofrenia
psicologico
sono

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

10 comentários para "Remédios para o tratamento da esquizofrenia provocam sonolência?"

Marize

Tenho uma filha com esquizofrenia, faz uso de Aristab 15mg.Dorme a noite e metade do dia, não tem nenhuma ocupação que ela se disponha a fazer. Esses sitomas são do remédio, ou da doença????

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marize, de acordo com a matéria os medicamentos para o tratamento da esquizofrenia pode trazer sonolência, o mais indicado nesse momento é que você consulte o psiquiatra para que ele possa diagnosticar os sintomas de forma mais ampla. Até a próxima.

Hilda Rodrigues da Cruz

Tenho TOC e nenhum remédio me ajuda a ter um sono reparador. A psiquiatra já trocou várias vezes minha medição. Fiz uma polisonografia e não tenho zero porcento de sono Rem. Tem solução?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Hilda, tem alguns fatores que pode ajudar a melhorar sua noite de sono: evite ingerir alimentos condimentados, como molhos gordurosos e temperos fortes, e também o consumo de chá, café e refrigerante, de qualquer modo é de suma importância que você converse com seu medico para que ele possa apontar o melhor tratamento. Até logo.

Terezinha Padilha

O paciente q segue rigorosamente a prescrição médica tem possibilidade de apresentar um quadro de surto?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Terezinha, mesmo um paciente estabilizado que segue à risca o tratamento pode vir a ter novas crises, caso algum fator externo atue nesse sentido. Confira a matéria abaixo ela pode te passar mais algumas informações importantes. Até a próxima.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/esquizofrenia-engatilhar-novas-crises

Aglaé

Olá, eu gostaria de saber já que psiquiatra aqui é bem complicado e já está agendado faz tempo. Minha amiga tem uma irmã que tem esquizofrenia paranoide e toma 4 remédios por dia, e são sete por dia. o Clorpromazina, o haloperidol, o cloridrato de fluoxetina. com todas as medicações, ela não dorme, ela cochila e bem rápido. E fica nas ameaças o tempo todo. Eu sei que o ideal é uma consulta mas agora não conseguimos.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Aglaé. Enviamos um e-mail para obtermos mais informações sobre a situação. Até logo.

Paulo Henrique

Olá, tudo bem? Eu tenho 26 anos, sou esquizofrênico, tomo um comprimido de fluoxetina (20 mg) de manhã e, à noite tomo 2 comprimidos de risperidona (2 mg cada) e 1 comprimido de carbamazepina (para problema de convulsão) de 200 mg. Pesquisei no google para ver “quantas horas eu devo dormir por dia” e a minha resposta foi que, adultos de 26 a 64 anos devem dormir de 7 a 9 horas por dia. Se eu dormir de 7 a 9 horas por dia, estou dormindo bem?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Paulo Henrique. Os adultos representam a faixa etária que mais deve permanecer fiel à regra das oito horas de sono. “De maneira geral, boa parte da população adulta precisa de 7 a 9h diárias de sono. No entanto, se dormir durante 6 horas e acordar disposto no dia seguinte, significa que houve um sono reparador”, afirma Shigueo Yonekura, neurologista e especialista em Medicina do Sono. Recomendamos a leitura destas matérias para mais detalhes sobre o assunto: https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/dormir-bem/fases-sono-saudavel-reparador e https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/dormir-bem/dormir-bem-quantas-horas-de-sono-idade. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.