Por que algumas pessoas têm sono mais pesado do que outras?


  • +A
  • -A

Boas noites de sono são fundamentais para o descanso do corpo, para a memorização e aprendizado e também para a manutenção do bem-estar e da qualidade de vida. Muitas pessoas se queixam de ter sono leve e são acordadas pelos mais diversos sons, já outras dizem que nem o mais alto ruído é capaz de acordá-las. Por que a intensidade do sono aparentemente varia tanto de pessoa para pessoa?

O ciclo do sono

De acordo com Camilla Pinna, psiquiatra e especialista em Medicina do Sono, ela está relacionada ao ciclo do sono: “O sono é dividido em quatro estágios: 1, 2, 3 e REM, progressivamente mais profundos, que se alternam ao longo da noite”, explica.

O estágio 1 é o mais leve e funciona como transição. O corpo começa a se relaxar e o indivíduo pode ser facilmente acordado. Já no estágio 2, o relaxamento é maior, chegando ao estágio 3 e ao REM, que conta com um nível mais alto de relaxamento muscular e uma dificuldade maior para que a pessoa desperte.

De acordo com Camilla, a distribuição dos estágios de sono apresenta certa variabilidade entre os indivíduos, tanto por questões relacionadas a hábitos, quanto por predisposição genética ou condições de saúde. “Pessoas com insônia podem passar mais tempo no estágio 1 e, muitas vezes, identificam seu próprio sono como leve demais, além de pouco reparador”, explica a psiquiatra.

Fatores que interferem no sono

Pessoas com sono leve, caso despertem muitas vezes durante a noite, podem ter a qualidade do sono prejudicada, apresentando sintomas como cansaço e sonolência durante o dia, mau humor e desatenção. Certos hábitos e problemas de saúde, como dores, apneia do sono, ambientes com barulho e luminosidade interferem no sono, causando despertares e atrapalhando o aprofundamento do sono.

Dra. Camilla Moreira de Sousa Pinna é psiquiatra formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52-82109-8

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Camilla Pinna

Dra. Camilla Pinna

Medicina do Sono

CRM: 52821098 / RJ

TAGS
insonia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

12 comentários para "Por que algumas pessoas têm sono mais pesado do que outras?"

Teresa Silva

Meu problema é esse. Acordo várias vezes na noite. O médico me receitou REMILEV mas não adiantou.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Teresa, sabemos que dormir bem é fundamental para qualidade de vida, além de outros fatores como descanso do nosso corpo e memorização. Como você relata que acorda muitas vezes durante a noite e não percebe melhora após uso de medicação, a aconselhamos a retornar com o médico para verificar o que fazer para a qualidade do seu sono não ser prejudicada. Abraços

Brenner

Acho interessante que meu problema nunca é descrito nesses artigos, acho que meu caso não seja tão comum. Aliás, já ouvi de um especialista do sono, que sonhar seria benéfico… não para mim. Durmo a noite inteira, acordando raramente. Porém sonho durante toda a noite e consigo lembrar de muitos sonhos. Acordo sempre cansado.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Brenner. Agradecemos por compartilhar seu relato. Procurar o especialista para uma consulta presencial é essencial para identificar alterações ou a presença de algum distúrbio, e assim, iniciar o devido tratamento. Continue nos acompanhando para mais informações e matérias como essa. Até a próxima.

Solange

Eu tenho sono muito leve , acordo com facilidade ,varias vezes ,e durmo pouco .

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Solange. De acordo com a Dra. Camilla Moreira de Sousa Pinna, pessoas com sono leve, caso despertem muitas vezes durante a noite, podem ter a qualidade do sono prejudicada, apresentando sintomas como cansaço e sonolência durante o dia, mau humor e desatenção. É importante procurar atendimento com o especialista se necessário, com o tratamento adequado você terá uma qualidade maior no sono. Abraços.

Rodolfo

Acordo muito pela noite , qualquer Movimento estou acordando, levando com dor de cabeça, ruim do pescoço sintomas que não estava quando deitei.Abs

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Rodolfo. De acordo com o Dr. Franco Martins, existem vários fatores do dia a dia que contribuem para a piora na qualidade do sono. Refeições pesadas à noite, ingestão de álcool e consumo de cigarros antes de ir para a cama, ambiente inadequado com muito calor ou frio, barulho pela janela e até bagunça no quarto de dormir são exemplos de problemas que influenciam o sono. Clique no link abaixo e confira mais uma matéria completa com informações e dicas sobre o tema. Até mais.

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/insonia/fatores-contribuem-para-piora-qualidade-sono

Edmilson

Oi! Tenho problemas de sono desde meus 20 anos, e hoje tenho 50 sempre sono hiper leve, eu tinha abito de olhar a hora e percebia que se passava as vezes dois minutos, hoje tomo zolfest D , eu melhorei mas ainda não tenho sono tranquilo, sou acompanhado por uma psquiatra.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Edmilson. Agradecemos o seu comentário! Existem algumas medidas que você pode tomar para complementar o tratamento e torná-lo ainda mais eficaz. Mudanças simples no estilo de vida podem ajudar a combater o problema, como ir para a cama no mesmo horário todas as noites e levantar sempre na mesma hora pela manhã. Além disso, é importante não levar problemas para a cama e fazer atividades relaxantes antes de dormir, já que a insônia costuma afetar pessoas em estado de estresse e ansiedade. Abraços!

Allan

Quais hábitos são bons para melhorar o sono, incluindo alimentação (Três refeições e bebidas)? Uma vez me indicaram leitura, suco de maracujá, chá de camomila, consumir bastante alface e até tomar melissa. Gostaria de sugestões práticas. Até prático meditação da Atenção Plena (as vezes), Musculação, Tai Chi chuan (recentemente).

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Allan. Sabemos que uma boa noite de sono é fundamental para a saúde do corpo, pois quem dorme bem acorda mais disposto. Segundo os especialistas, hábitos básicos que podem contribuir para isso, são: “Evitar o uso em excesso do celular durante a noite; Exercite-se mais cedo, sempre antes e nunca depois do jantar, ou pelo menos 3 horas antes de dormir; Não coma muito e evite cafeína, nicotina e álcool pelo menos 4 horas antes de ir para a cama”. Algumas pessoas têm níveis de insônia que requerem tratamento, por esse motivo a necessidade de ser avaliado por um especialista. Um médico será capaz de diagnosticar seu problema com maior precisão. Acesse o link https://cuidadospelavida.com.br/dormirmelhor caso deseje receber mais orientações de nossos enfermeiros, para dormir melhor. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.