O fim do horário de verão pode causar impactos no sono?


  • +A
  • -A

O horário de verão sempre dividiu opiniões, mesmo sendo adotado no Brasil por mais de 30 anos consecutivos, desde 1985. Segundo uma pesquisa recente realizada pelo Ministério de Minas e Energia, 53% dos entrevistados pediram o seu fim. No início de abril de 2019, o governo anunciou que o relógio não seria mais adiantado em uma hora como já era de costume entre os meses de outubro e fevereiro. No entanto, fica a questão: será que o fim do horário de verão pode afetar o sono?

O principal motivo da existência do horário alternativo era o impacto econômico, já que os gastos públicos com energia eram reduzidos por aproveitar a luz natural do sol por mais tempo e, de quebra, o consumo atrelado ao turismo e ao entretenimento ainda era alavancado, já que as pessoas ficavam mais tempo nas ruas. Por outro lado, os efeitos sentidos no corpo, principalmente em relação ao sono, sempre constituíram os argumentos menos favoráveis à mudança de hora.

O fim do horário de verão contribui para um sono mais saudável


Para o pneumologista e médico do sono José Roberto Megda, o fim do horário de verão apresenta uma consequência positiva sob o ponto de vista da
saúde do sono. “Para o nosso organismo, o horário de verão não é fisiológico como o normal é, por isso com o seu fim a tendência é que as pessoas sofram menos com as oscilações em relação ao sono”, explica.

O especialista aponta que os efeitos são sentidos mais intensamente nos primeiros 10 a 15 dias, porque o corpo ainda está se adaptando e explica que o relógio biológico se orienta conforme o horário que o dia escurece. “Essa alteração pode fazer mal a saúde, por isso um ano inteiro em que o dia tende a escurecer na mesma hora é muito melhor para um sono saudável”, afirma o médico.

Dormir bem é fundamental para manter a saúde do corpo e da mente 


Uma
boa noite de sono é fundamental para o funcionamento do organismo e para a imunidade. Um sono ruim ou insuficiente pode trazer diversos prejuízos ao corpo, como problemas de memória, fadiga, irritabilidade, dor de cabeça. Isso acontece porque é durante o sono que o corpo se recupera e produz hormônios e outras substâncias importantes para a saúde. Por isso, é altamente recomendado procurar um especialista ao notar os sinais de um sono disfuncional.

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Roberto Megda Filho

Dr. José Roberto Megda Filho

Pneumologia

CRM: 147197 / SP

TAGS
sono

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "O fim do horário de verão pode causar impactos no sono?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.