Por que a imobilização, pós-trauma, da articulação é essencial para o tratamento?


  • +A
  • -A

Todos estão sujeitos à ocorrência de um trauma físico, como uma lesão em um ligamento durante uma atividade física. Quando isso acontece, rapidamente surgem dores intensas e inchaço, afetando não só a articulação, mas toda a estrutura óssea ao redor. Em alguns casos, o médico pode recomendar a imobilização da articulação atingida como parte do tratamento.

 

Imobilizar a articulação ajuda a manter a dor do trauma estável

 


O objetivo de manter a articulação imobilizada é prevenir possíveis danos à área traumatizada. “O local afetado pelo trauma cria um
processo inflamatório que resulta em dor. A imobilização vai prevenir a piora do edema local e reduzir a dor ou, pelo menos, prevenir que piore muito, dependendo do dano”, afirma o ortopedista Rodrigo Medeiros.

Além disso, até que o paciente possa receber o diagnóstico final, realizado por um médico especializado, qualquer movimentação do local pode danificar as estruturas traumatizadas e aumentar a gravidade do problema, o que reforça ainda mais a necessidade de manter a articulação imobilizada.

 

Dicas para realizar uma imobilização

 


A imobilização pode ser feita por uma pessoa leiga logo após o trauma, desde que sejam tomados os devidos cuidados para não comprimir o membro com o material escolhido. “Pode ser utilizado um papelão, por exemplo, ou uma rama de jornal como base, na ausência de algo especializado, e amarrado com lenços na posição em que se encontra”, explica o profissional. No entanto, é importante que a lesão seja, posteriormente, acompanhada por um médico especialista, para que a recuperação não seja prejudicada.

De acordo com o médico, traumas articulares são comuns nas atividades do dia a dia. “Dias de chuva aumentam os casos de donas de casa que escorregam e sofrem trauma nos punhos e ombros ou mesmo torções em tornozelos e joelhos. Sem contar com pessoas que exercem atividades que apresentam risco maior, como usar escadas, carregar peso ou operar máquinas”, conclui Medeiros.

 

Dr. Rodrigo Serikawa de Medeiros é ortopedista, graduado pela Universidade de São Paulo e atua na Clínica Ivot, em Londrina (PR). CRM-PR: 26535

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
dor-no-joelho
dores-no-corpo

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que a imobilização, pós-trauma, da articulação é essencial para o tratamento?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.