Qual é a diferença entre um remédio anestésico e um analgésico?


  • +A
  • -A
Imagem do post Qual é a diferença entre um remédio anestésico e um analgésico?

Por mais que sejam medicamentos com efeitos semelhantes, anestésicos e analgésicos possuem diferenças quanto a sua atuação no organismo. Enquanto os primeiros bloqueiam a sensibilidade, os outros trabalham especificamente para amenizar a dor. Portanto, quando aplicados em um contexto de tratamento de dor de garganta, por exemplo, os analgésicos costumam ser mais recomendados.  

“Medicamento anestésico é propriamente uma substância usada para reduzir ou eliminar a sensibilidade geral ou local. Já o analgésico é um medicamento e/ou grupo diversificado de drogas usadas para aliviar a dor, que nem sempre é específico para só um órgão ou região corporal”, diferencia o otorrinolaringologista Rodrigo Pozzi.

Analgésico e anestésico para dor de garganta


Segundo o profissional, nos tratamentos relacionados com a otorrinolaringologia
os medicamentos analgésicos são mais receitados ambulatorialmente por alguns motivos. “Esses remédios são anti-inflamatórios não-esteroidais e esteroidais e atuam no sistema nervoso bloqueando sensações de inervações periféricas e de troncos nervosos. Dessa forma, bloqueiam a ‘consciência’ da dor, no córtex cerebral”.

Ainda assim, existem marcas de anestésicos tópicos para dores de garganta, boca, língua e gengivas, estes em soluções ou em pastilhas. Como estes têm ação local e não muito potente e/ou duradoura, acabam sendo menos usados. “Mas é claro que o uso destes medicamentos em associação com outras terapias e em casos isolados pode ser bom”, acrescenta Rodrigo.

Importância do diagnóstico correto para o controle da dor de garganta


Vale ressaltar que esses remédios são sintomáticos, ou seja, atuam apenas para combater a dor de garganta, não o quadro que desencadeou esse incômodo. Como a dor de garganta pode ser desencadeada por diversos motivos, é importante sempre buscar um diagnóstico preciso para saber exatamente o que tomar. “A automedicação sem diagnóstico pode mascarar problemas maiores e de difícil manejo. Em caso de dor, procure preferencialmente um médico para lhe dar assistência”, alerta o médico.

Dr. Rodrigo Pozzi Beilke é otorrinolaringologista formado em medicina pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), com especialidade em otorrinolaringologia pelo Instituto Felippu de Otorrinolaringologia (SP). É titulado pela Associação Médica Brasileira (AMB). CRM-RS: 31.455 – Contato via Facebook

Foto: Shutterstock

TAGS
dor-nas-costas
dor-nas-pernas
dor-no-joelho
dores-no-corpo

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual é a diferença entre um remédio anestésico e um analgésico?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.