Quais são as atividades não recomendadas para quem tem tendinite?


  • +A
  • -A

A tendinite é uma doença que ocorre por conta da repetição de movimentos, traumas locais e uso em excesso do membro afetado. É comum em atletas profissionais ou amadores que praticam esportes com frequência, e até mesmo trabalhadores que executam diariamente funções repetitivas. Portanto, a prática intensiva de atividades físicas que desgastam áreas específicas do corpo deve ser evitada.

Além disso, é interessante buscar realizar todo tipo de atividade da maneira correta, pois quando a repetição de um movimento causa dor isso pode significar que ele está sendo feito equivocadamente. Também é interessante apostar em pausas durante esforços repetitivos, para que não haja inflamação nos tendões ou músculos.

 

Entendendo melhor a tendinite

 


A tendinite é a inflamação do tendão, o qual faz parte da estrutura muscular. Ele é a ligação entre o músculo e o osso. Quando você contrai um músculo, é o tendão que ‘puxa’ o osso e movimenta a articulação. Logo, quando as pessoas fazem esforços repetitivos ou exagerados, os músculos podem inflamar (miosite) ou, mais frequentemente, os tendões (tendinite)”, explica o ortopedista Celso Cruz.

Segundo o médico, estas inflamações acontecem quando os músculos e tendões não estão preparados para determinadas atividades. Por isso, a melhor prevenção seria a prática de atividades físicas, incluindo exercícios de alongamento e fortalecimento muscular. “Na presença de tendinite, um médico deve ser consultado para avaliação e orientação do tratamento. De forma geral, o repouso é o mais recomendado”, afirma Cruz.  

 

Fisioterapia é essencial na recuperação da tendinite

 


De acordo com o também ortopedista Lucas Mortati, qualquer esporte pode provocar a tendinite, desde o basquete até a simples caminhada. “Quando o paciente é acometido por tal enfermidade, devemos afastá-lo da atividade desencadeante de seus sintomas. Inicialmente, emprega-se analgésicos para alívio da dor (crioterapia também é associada).
Ao sair do quadro agudo de dor, o paciente pode iniciar a fisioterapia”, afirma.

Mortati explica que no início da fisioterapia, os exercícios mais indicados buscam o alongamento muscular e ganho de amplitude de movimentos. Posteriormente, inicia-se o fortalecimento gradual. “Após a força muscular chegar em um nível satisfatório, o paciente pode começar o retorno aos treinos do esporte”, completa o médico.

 

Dr. Celso Cruz é médico ortopedista formado na Faculdade de Ciências Médicas de Santos (UNILUS), com residência médica em ortopedia e traumatologia no Hospital Municipal Dr. Carmino Caricchio. É membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). CRM-SP: 72883

 

Lucas Borghi Mortati é médico ortopedista formado pela Fundação Técnico-Educacional Souza Marques. É especialista em cirurgia de quadril e joelho e membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. CRM-PR – 32599

 

Foto: Shutterstock

TAGS
dores-no-corpo
tratamento

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são as atividades não recomendadas para quem tem tendinite?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.