A amebíase é mais comum em grupos específicos da população?

  • +A
  • -A

Amebíase é um tipo de parasitose intestinal provocada por protozoários da espécie Entamoeba histolytica. De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia, esse parasita pode atuar como comensal ou provocar a invasão de tecidos, originando as formas intestinal e extra-intestinal da doença. A infecção em questão é mais comum em locais com saneamento básico deficiente. 

Condições para que ocorra a contaminação


“A
amebíase é mais comum onde as condições de higiene são precárias, uma vez que a transmissão se dá por meio da ingestão dos cistos deste parasita, provenientes de fezes contaminadas”, explica o gastroenterologista Alexandre de Sousa Carlos. Ou seja, as pessoas que têm contato rotineiramente com água e alimentos contaminados por esses agentes infecciosos são as mais prejudicadas.   

Segundo a Dra. Fernanda Oliverio, também gastroenterologista, a amebíase é uma infecção mundial, porém mais comum em países subdesenvolvidos. Como nesses locais há precariedade do saneamento básico e das condições de fornecimento de água, as chances de contaminação acidental pelo protozoário aumentam significativamente. 

“Nos países desenvolvidos ou em desenvolvimento, os principais grupos de risco são os viajantes, imigrantes, pessoas com práticas sexuais com contato oral anal (assim há maior risco de transmissão da doença) ou internadas em instituições coletivas, como asilos, portadores de HIV ou neoplasias, alcoólatras e usuários de medicações imunossupressoras (com menor chance de combater a doença)”, informa a médica.

Tratamento e prevenção contra amebíase


O tratamento contra amebíase consiste no uso de medicamento específico para o combate contra este tipo de agente infeccioso, além de cuidados que também podem funcionar como prevenção.
Lavar sempre bem as mãos (especialmente após usar o banheiro e antes de comer) e os alimentos antes do preparo é a dica principal. Também é recomendado evitar práticas sexuais que favoreçam o contato fecal-oral.  

 

Dados da Sociedade Brasileira de Infectologia: 

 

https://www.infectologia.org.br/pg/996/amebiase

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Fernanda Oliverio

Dra. Fernanda Oliverio

Gastroenterologia

CRM: 17655 / SC

Dr. Alexandre de Sousa Carlos

Dr. Alexandre de Sousa Carlos

Gastroenterologia

CRM: 122226 / SP

TAGS
parasitoses

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A amebíase é mais comum em grupos específicos da população?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.