Quando uma bengala deve ser utilizada por pacientes com osteoartrite?


  • +A
  • -A

Dor, inchaço e sensação de calor são apenas alguns dos sintomas provocados pela osteoartrite, uma doença crônica que afeta a cartilagem das articulações. O problema pode afetar seriamente a qualidade de vida dos pacientes, já que limita a movimentação da região atingida e, em alguns casos, reduzindo a mobilidade de todo o corpo. No entanto, algumas pessoas com osteoartrite podem se beneficiar do uso de bengalas.

Bengalas ajudam a diminuir a dor causada pela osteoartrite


A bengala constitui um apoio importante para os idosos, pois desempenha um papel de equilíbrio durante a marcha. Ela deve ser usada a partir do momento que o paciente apresenta dificuldade de equilíbrio e força muscular diminuída”, informa a reumatologista Regina Ferreira. A bengala ajuda a diminuir o impacto nas articulações ao andar e a dor, principalmente, no quadril e nos joelhos.  

Existem ainda outras ferramentas que podem ajudar as pessoas que sofrem com a doença. “O uso de andadores também auxilia pacientes com osteoartrite. No caso de acometimento de joelhos, os tensores trazem mais segurança e conforto durante a marcha. Já no caso de encurtamento de membros inferiores, é possível adequar calçados com altura de salto diferente”, afirma a médica.

Bengalas devem ser usadas em conjunto com remédios


É preciso ter em mente que o uso de andadores e da bengala é uma medida complementar ao tratamento medicamentoso da osteoartrite. Em boa parte dos quadros, o profissional prescreve o consumo de remédios anti-inflamatórios, que ajudam a reduzir o inchaço nas articulações, e
condroprotetoras, que bloqueiam a degradação da cartilagem.

Outras recomendações importantes para o tratamento são o emagrecimento, já que o excesso de peso sobrecarrega o sistema ósseo e contribui para a piora da doença, e a acupuntura, que diminui a dor da osteoartrite. A prática de exercícios aeróbicos, sempre com aprovação do médico e com supervisão, também costuma ser indicada para melhorar a força e a flexibilidade.

Dra. Regina Ferreira é reumatologista, graduada pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos e atende em São Paulo. CRM-SP: 72550

Foto: Shutterstock

TAGS
ossos
osteoartrite

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

16 comentários para "Quando uma bengala deve ser utilizada por pacientes com osteoartrite?"

Elzeni Fernandes

Já faço uso do Artrogen Duo um pouco mais de 6 meses por indicação da minha geriatra. Faço uso de bengala e tbm do programa cuidados pela vida, onde tenho desconto na compra dos 30 sachês. Mas ainda não deu muito resultado…, mas continuarei a usá-lo.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Elzeni, para mais informações entre em contato com nossa Central de Atendimento Aché através do telefone 0800 701 6900, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h00 às 17h00 ou através do e-mail cac@ache.com.br. Abraços.

Odete Coelho

Olá! Boa noite ja me inscrevi em cuidados pela vida pelo 0800..Mas perdi minha carteirinha como faço pra adquirir os medicamentos q preciso novamente com descontos? Obrigada..aguardo resposta. ..Odete coelho

CUIDADOS PELA VIDA

Ola Odete! Que legal que se cadastrou! Você pode ir ate a farmácia participante com o seu CPF e a receita ficamos a disposição para mais informações em nossa central 0800 777 8432. Abraços

Denise

Boa noite, tenho artrose severa bilateral no quadril e joelhos, radiculopatia, dormência nos braços, dormência perna direita, sensação de estar tomando injeção na bunda constantemente. Fibromialgia , que provoca uma sensibilidade junto com dor nos ombros pescoço, principalmente no pe, panturrilha e atrás do joelho. Dor 24 hs por dia. Tomo gabapentina, tegretol, fluoxetina, amytril, ibuprofeno etc. Hoje ainda tenho incontinência urinaria fortíssima que me impede de sair de casa. E muito difícil isso tudo.

Milka Orloviciu

Faço uso do Artrogem há 4meses e não vi diferença ainda. Vocês podem me explicar o tempo para sentir a melhora?Obrigada, Milka

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Milka, para mais informações a respeito deste produto entre em contato com nossa Central de Atendimento Aché através do telefone 0800 701 6900, de segunda à sexta-feira, exceto feriados, das 8h00 às 17h00 ou através do e-mail cac@ache.com.br. Abraços.

Susana

Estou usando artrolive e artroduogen , continuo com dores, mas com menor intensidade

Rita

Tomei por 4 anos a glucosamina, não tive resultado, mud i para o colágeno hidrolisado , tomei por 2 anos e nada, passei para o artriduogen e nada, resumo, fiz a prótese total de quadril , encontrei o sucesso, há 6 meses não sinto nada , no quadril claro, agora são os joelhos…..próximo passo prótese neles TB. Não adianta perder tempo com esses paleativos que não dão mais resultado , pelo menos nos casos mais avançados..

Valdir Morbach

Boa noite Eu tenho 54 anos e tenho grande problema com os joelhos e tm coloquei próteses no ombro e no cotovelo , não sei mais como fazer para adquirir os remédios que são muitos .

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Valdir, algumas medicações participam de programas de descontos,verifique com seu médico. Melhoras
Abraço

Jeane Santos Araújo

Tenho artrite reumatóide deformante, metrotexato,2.5mg e antiflamatorios mas sinto muita dor.SOS

Rosana.

como se faz. Diagnostico de osterortratte

Maria Peçanha

Artrose, artrite reumatóide e etc. Joelho direito detonado com indicação de prótese total, tendiopatis no quadril.uso o Artrolive sinto muita dir, mas menos que antes a 7 anos

CUIDADOS PELA VIDA

Ola Maria, bom saber que teve melhora em seu tratamento, sobre ainda possuir dores converse com seu ortopedista, ele pode indicar algumas práticas para auxiliar no tratamento. Pacientes cadastrados no programa Cuidados Pela Vida também possuem um beneficio a mais para receber dicas de saúde, o Saudável Saber um acompanhamento de farmacêuticos e enfermeiros 24h, via telefone, você pode contatá-los através do número 0300 118 1006 para verificar mais informações. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.