Existem medidas que podem auxiliar o tratamento de pacientes com dor crônica?


  • +A
  • -A

Sentir dor, apesar de incômodo, é importante para o corpo humano. É um sinal de alerta, que serve para mostrar que algo está errado. No entanto, há pessoas que sentem dor crônica, ou seja, por mais de três meses. Isso não é normal e muito menos saudável. Nesses casos, é preciso procurar um médico para descobrir a causa e iniciar o tratamento adequado para o problema.

 

Reduzir o estresse da rotina pode ajudar no tratamento da dor crônica

 

“No tratamento das dores crônicas, o que podemos fazer é utilizar medicamentos específicos, focar em uma melhora da qualidade de vida, inserindo a atividade física na rotina diária e visando o fortalecimento da musculatura do corpo como um todo, além de tentar reduzir a carga de estresse no dia a dia, por exemplo”, afirma a psiquiatra Luciana Staut.

A fibromialgia é uma das doenças que provoca dor crônica. O paciente sente um forte cansaço, dor de cabeça e dores em todo o corpo, especialmente nos músculos, tendões e articulações. Os pesquisadores ainda buscam respostas para as causas da doença, mas indicam psicoterapia, fisioterapia, exercícios físicos, diminuição do estresse e uso de medicações como medidas importantes para o tratamento.

 

Dor crônica pode ser sintoma de depressão e ansiedade

 

Alguns transtornos psiquiátricos também podem causar dor crônica. Os principais, segundo a profissional, são a depressão e a ansiedade. O surgimento desse sintoma tão incômodo nesses casos ocorre porque são doenças mentais que surgem de alterações em neurotransmissores ligados à sensação de bem-estar e à percepção da dor, como serotonina, dopamina e noradrenalina.

Quando existe a associação entre depressão, ansiedade e dor crônica, é importante conversar com um psiquiatra. O tratamento do transtorno mental é fundamental para a melhora da qualidade de vida do paciente e pode ser feito com o uso de medicamentos antidepressivos e mudanças na rotina em prol de uma vida mais saudável.

 

Dra. Luciana Cristina Gulelmo Staut é psiquiatra, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e membro da Associação Brasileira de Psiquiatria. CRM-MT: 6734

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
ansiedade
depressao
dores-no-corpo
estresse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Existem medidas que podem auxiliar o tratamento de pacientes com dor crônica?"

miriamt

Boa tarde? Sinto dores constantemente nos músculos dos braços e ante braços sem associação ao cansaço corporal e dores de cabeça , que já faz parte de meu dia a dia

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Miriam. A dor é uma resposta de defesa do organismo, mas ela também pode funcionar de maneira errada ou exagerada caracterizando a dor crônica. Orientamos que consulte um médico reumatologista para indicar o método mais eficaz, pois ele poderá avaliar o diagnóstico adequado e qual medida será ideal para o seu tratamento. Até logo!

Fátima Pereira

Gostaria de saber se existe um remédio q tire as dores do corpo,pois sinto dores todos os dias ,24 hrs .Não tem um dia q não sinta dor , ninguém pode ser feliz assim.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Fátima, diversos fatores além da medicação podem contribuir para a amenização das dores. Tente manter um equilíbrio físico e mental para que o seu corpo trabalhe em harmonia. Manter uma dieta balanceada, reduzir o estresse e exercícios físicos são pontos importantes a serem levados em consideração. Lembrando sempre que a prescrição de medicamentos só pode ser feita por um médico habilitado. Caso sentir necessidade, agende uma consulta e converse com seu médico sobre os sintomas. Desejamos melhoras. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.