O paciente é capaz de perceber uma crise de asma antes dela se instalar?

  • +A
  • -A

A asma é um problema respiratório bastante comum: segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), as estimativas apontam para 20 milhões de asmáticos no Brasil. Uma das principais características da doença são as crises de falta de ar e tosse. Será que o paciente consegue perceber a chegada de uma crise de asma e, assim, agir antes de sua instalação completa? Confira!

Falta de ar e tosse são sintomas da crise de asma

De acordo com o pneumologista José Eduardo Martinelli, em muitos casos, o paciente é capaz de perceber a aproximação de uma crise de asma. “Existem dois tipos de manifestação. A crise mais lenta leva até dois dias para se manifestar plenamente. Você tem um quadro que começa com coriza, coceira no céu da boca e lacrimejar de olhos e, com o passar dos dias, surge o chiado, a tosse e a falta de ar”, explica o médico.

O outro tipo de manifestação da asma é a crise de instalação extremamente rápida. “Em questão de horas, a pessoa já está em insuficiência respiratória”, alerta o especialista. Nestes casos mais graves, o paciente pode apresentar suor excessivo, tontura, ansiedade e uma intensa falta de ar.

O que fazer diante de uma crise de asma?


Quem tem crises de asma com frequência deve conversar com um pneumologista sobre o uso de medicamentos capazes de aliviar os sintomas da crise. “O paciente precisa carregar consigo uma medicação de ação rápida capaz de retardar ou amenizar a crise até conseguir chegar em um pronto-socorro”, indica Dr. Martinelli.

No entanto, o especialista lembra que prevenir é melhor do que remediar e, por isso, recomenda a adoção de medidas capazes de impedir a crise de asma: “Para evitar as crises, é preciso fazer a prevenção, evitando o contato com substâncias que são desencadeadoras de crise, como pó, cheiro de tinta e de mofo, perfumes e alimentos com corante”. É fundamental também seguir o tratamento corretamente e fazer exercícios físicos.

 

Dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT): https://sbpt.org.br/portal/espaco-saude-respiratoria-asma/

Foto: Getty Images

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dr. José Eduardo Martinelli

Dr. José Eduardo Martinelli

Geriatria

CRM: 27875 / SP

TAGS
asma
respiracao
tosse

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "O paciente é capaz de perceber uma crise de asma antes dela se instalar?"

Vera Lúcia de Souza

Qual o exercício físico, que é melhor pra quem tem asma. Se o pulmão, é saudável de onde vem a asma? ?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Vera Lúcia. De acordo com o Ministério da Saúde a asma é uma das doenças respiratórias crônicas mais comuns, juntamente com a rinite alérgica e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). As principais características dessa doença pulmonar são dificuldade de respirar, chiado e aperto no peito, respiração curta e rápida. Os sintomas pioram à noite e nas primeiras horas da manhã ou em resposta à prática de exercícios físicos, à exposição a alérgenos, à poluição ambiental e a mudanças climáticas. O pulmão de um asmático é mais sensível e tende a ficar com suas estruturas edemaciadas quando exposto a esses agentes e/ ou situações, portanto, o espaço por onde deveria passar o ar fica obstruído e causa a falta de ar e o chiado característico da doença. Apesar de alguns exercícios físicos piorarem o quadro, ainda é muito importante que o asmático pratique atividades físicas, pois o sedentarismo e obsedidade tão também são fatores agravantes da doença. A natação é amplamente recomendada para asmáticos, mas a caminhada e corrida moderada com indicação médica e acompanhamento de um profissional também são atividades indicadas. Deixo uma sugestão de leitura que aborda os exercícios recomendados: https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/exercicios-internos-externos-asma. Abraços!

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.