Demência senil: O que causa essa condição que afeta idosos?


  • +A
  • -A
Imagem do post Demência senil: O que causa essa condição que afeta idosos?

O envelhecimento da população cada vez mais acelerado desperta a atenção para doenças e condições típicas da terceira idade, como é o caso da demência senil. Em 2015, o número de idosos no Brasil atingiu um novo recorde: 14,3% do total da população do país, índice que se manteve abaixo dos 10% durante todo o século 20, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Perda de memória é o principal sintoma da demência senil


“O termo demência senil se refere a uma deterioração da capacidade cognitiva que compromete a execução das atividades diárias dos idosos”, explica a geriatra Daniela Fonseca de Almeida Gomez. É uma síndrome que se instala com o tempo, alterando progressivamente o comportamento e a independência das pessoas desta faixa etária.

Os sintomas são bem variados. O paciente pode apresentar desorientação, dificuldade para encontrar palavras, confusão mental, irritabilidade e agressividade. Falta de concentração e de atenção também são comuns, mas em boa parte dos casos, a maior característica é a perda de memória, que se manifesta em perguntas repetidas e dificuldade para guardar nomes e passar recados.

Deficiência de nutrientes e Alzheimer causam demência senil


De acordo com Daniela, existem causas reversíveis e irreversíveis para a demência senil. “Entre as reversíveis, destacam-se a deficiência de vitamina B12 e ácido fólico, tumores cerebrais, hidrocefalia de pressão normal e hipotireoidismo”, cita a profissional. Anemia, desidratação, traumas cranianos e uso incorreto de medicações também são causas que, com tratamento adequado, podem reverter a demência.

Entretanto, há ainda as causas irreversíveis. As mais frequentes são a doença de Lewy, demência vascular, demência frontotemporal e a mais comum, a doença de Alzheimer. Segundo a especialista, não há cura nestes casos, mas se a demência for percebida rapidamente e o tratamento iniciado nas fases iniciais da síndrome, é possível retardar sua evolução e garantir mais qualidade de vida ao idoso.

Dra. Daniela Fonseca de Almeida Gomez é geriatra e gerontóloga e graduada em Medicina na Faculdade de Ciências Médicas de Santos (SP). CRM-SP: 104817 – www.idosos.med.br

Foto: Shutterstock

TAGS
alzheimer
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

8 comentários para "Demência senil: O que causa essa condição que afeta idosos?"

IONE REGINA CORREA DA SILVA

Bom dia! Aminha mãe tem alzahemeir gostaria de saber se é comum eles falarem palavrões , além disso ela come muito anda demais e ninguém consegue fazer com que ela figue no mesmo lugar por um minuto, não dorme bem mesmo com medicamentos. Ela faz uso de carbamazepina, donila duo, mirtazapina e olanzapina.

Cuidados Pela Vida

Olá Ione, infelizmente essas reações são em decorrência do Alzheimer e não existem muitas formas de poder controlar. O uso dos medicamentos ajudam a amenizar os sintomas e evitar o avanço da doença, mas não é possível reverter o quadro. Abraços

Romilda

Notei em mim a perda da memória momentâneo, após ser mordida na mão por um cachorro, pelo susto, não lembro em ter almoçado, e as pessoas que estavam comigo, afirmaram que eu tinha almoçado, até hoje não lembro, outro dia um trajeto que faço costumeiro, passei e não lembro de ter passado pelo caminho, só lembrei que estava em outro lugar minutos depois, retornei e vi que o caminho que percorri foi de 15 minutos, já posso achar que sou um futuro portador da doença?Obrigado

Fatima thompson dias

O que causa demência vascular? O q podemos tomar para evitar a demência

Cuidados Pela Vida

Olá Romilda, é comum essa perda de memória após sofrer algum trauma. De qualquer modo aconselho que você procure um médico e realize exames mais detalhados para ter certeza de que realmente não é nada. Abraços

isabel

Eu leio algo ,escuto uma pregaçao ,algumas horas esqueço oque foi falafo dias depois ou semanas .Isso pode ser faltar de exercitar a memoria .Ate ter o abto de ler.

Rosemeire da Silva Guedes

Meu pai tem 80 anos está com demência de Levi bem agressivo, confusão mental esquecimento pernas travando e inchadas. Movimento cognitivo comprometido. Escrita ruim mal escreve o nome. Agora tá tomando quetiapina deu uma camada.

Cuidados Pela Vida

Oi Rosemeire, bom saber que após seguir o tratamento o seu pai teve uma melhora, por isso a importância de buscar ajuda profissional e seguir as orientações prescritas. Abraço.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.