Sal grosso x refinado: há diferença na quantidade de sódio desses ingredientes?


  • +A
  • -A

O consumo excessivo de sódio, elemento encontrado no sal de cozinha, tem sido considerado um importante fator de risco para a hipertensão arterial e associado a complicações cardiovasculares e renais. Seu consumo, portanto, deve ser feito com cautela e priorizando sais com menos sódio. Mas, comparando sais bastante utilizados no dia a dia, como o sal refinado e o sal grosso, será que existe uma diferença significativa entre eles?

Sal light tem menos sódio que sal refinado e grosso


“As quantidades de sódio encontradas no sal grosso e no sal refinado são bem semelhantes, podendo haver apenas diferenças mínimas na quantidade de microelementos”, afirma o nutricionista João Henrique Rodrigues. O sal grosso passa por um processo de moagem com o objetivo de reduzir o tamanho dos cristais de sal, enquanto o refinado é alvo de um processo químico de aquecimento e refinamento, perdendo os traços de minerais que antes estavam presentes.

Segundo o especialista, os dois tipos de sais apresentam as mesmas recomendações diárias de uso quando destinados a um paciente hipertenso. Uma melhor opção é o chamado sal light: “O ‘sal light’ possui uma quantidade menor de sódio em sua composição e pode ser uma boa estratégia para o controle da pressão arterial”.

Cinco gramas de sal por dia é o suficiente


Para ajudar levar a pressão arterial aos níveis indicados, João Henrique recomenda o
consumo diário de 2 gramas de sódio por dia, o que equivale a 5 gramas de sal. Porém, cada paciente deve ser orientado por um profissional de forma individualizada, já que há pessoas mais ou menos sensíveis à ação do sal e que respondem de forma diferente ao seu consumo.

O sódio, no entanto, não deve ser caracterizado com um vilão. O que atrapalha a saúde é, na verdade, o exagero. “A redução do sal deve ser estimulada de forma gradual, facilitando a adesão dos indivíduos. O uso de temperos naturais são excelentes aliados em substituição ao sal, sendo recomendado utilizá-los nas preparações”, explica o nutricionista.

João Henrique Rodrigues Oliveira Silva é nutricionista formado pelo Centro Universitário UNA e atua na Clínica Bruno Vargas em Belo Horizonte (MG). CRN-MG: 15095

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
alimentacao
pressao-alta
sal

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Sal grosso x refinado: há diferença na quantidade de sódio desses ingredientes?"

Regina Moura

Já há alguns anos uso o sal light no preparo de alguns alimentos. Em algumas situações divido a quantidade a ser usada com o sal comum, já que o sal light não tem o mesmo sabor. Mais recente passei triturar o sal grosso no liquidificador e a usá-lo no preparo dos alimentos. Desta forma o consumo do sal refinado , em minha casa, quase não existe mais.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.