Merenda saudável: como deve ser um lanche balanceado para o recreio das crianças na escola?


  • +A
  • -A

A alimentação saudável deve ser incentivada pelos pais desde o primeiro ano de vida de uma criança, já que é fundamental para evitar complicações como obesidade e diabetes. O hábito deve se estender até na hora de fazer a merenda do filho, para que a dieta equilibrada se torne uma rotina, independentemente do lugar.

Inclusive, para a nutricionista Yasmin Gonzalez, a educação nutricional deveria fazer parte da grade escolar desde o maternal até o quinto ano. “Ensinar e estimular o paladar das crianças poderia ser reforçado nas escolas”, explica a especialista. “Desta maneira, todos os alunos receberiam as mesmas informações e saberiam dizer o que é saudável e o que não é. Cada criança recebe uma informação dos seus pais e, quando chegam ao colégio, essa informação se perde. Com a inclusão desta matéria na grade curricular das crianças, tenho certeza que teríamos uma resposta muito positiva em relação aos hábitos alimentares na infância”.

O que colocar na merendeira do seu filho?

De acordo com Yasmin, a quantidade varia para cada criança, pois deve ser levada em consideração a individualidade de cada um, além da idade.. Confira algumas dicas de opções saudáveis para a hora do recreio:

 

  • Frutas: uva, manga picadinha, pêra, maçã, morango, abacaxi (cerca de 60g-100g de frutas)
  • Suco de frutas caseiro
  • Bolo simples caseiro (1 quadrado com cerca de 60g)
  • Barrinha de cereal  (nem todas são saudáveis, é importante ler o rótulo)
  • Sanduíches com pastinhas caseiras (Uma fatia de pão com queijo branco ou creme de ricota, por exemplo)
  • Iogurte natural (1 copinho de 120g)

A criança pode ter um dia livre de merenda na escola

Deixar a criança livre, pelo menos, uma vez na semana, é uma boa opção para que ela não se sinta excluída diante dos amiguinhos, que talvez não sigam dieta alguma. “O ideal é que os pais tenham acesso ao cardápio da cantina para orientar os filhos sobre quais são as melhores opções. No entanto, é preciso enfatizar que o lanche caseiro é sempre mais saudável e nada substitui ele”, afirma.

Como incentivar uma alimentação saudável desde cedo?

A nutricionista explica que o primeiro passo para a criança ter uma alimentação saudável começa com o incentivo dos pais. “Os pais que querem que o filho tenha uma boa alimentação precisam dar o exemplo. Devem consumir alimentos saudáveis para que os filhos se espelhem neles”, pontua a especialista, reforçando que colocar a mão na massa também é um  bom caminho. “Quando a criança participa do preparo do seu próprio lanche, ela fica mais interessada a experimentar. É uma forma bacana de incentivar o consumo de novos alimentos”.

Dra. Yasmin Gonzalez é nutricionista graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, pós graduanda em Nutrição Aplicada à Gastronomia. Responsável pelos serviços Home Detox, Personal Cook e Petit Chef. – CRN: 13100035

 

TAGS
alimentacao
diabetes
dieta
emagrecer
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Merenda saudável: como deve ser um lanche balanceado para o recreio das crianças na escola?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.