Porque o LDL tem relação com doenças cardíacas?


  • +A
  • -A
Imagem do post Porque o LDL tem relação com doenças cardíacas?

O LDL, conhecido por ser o colesterol “ruim”, está relacionado a doenças cardíacas pois participa da formação de placas de gordura nos vasos do coração, dificultando a passagem de sangue. Com isso, aumenta-se o risco de complicações, como infarto. Por outro lado, quando as obstruções atingem os vasos do cérebro, podem acontecer acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

 

Atuação do LDL nas artérias

 

“Na verdade, o LDL é uma lipoproteína rica em colesterol, e devido a fatores de risco como a dislipidemia (colesterol alto no sangue), hipertensão arterial, tabagismo e diabetes mellitus, a parede interna das artérias (endotélio) sofre agressão e ocorre a aterogênese (formação de placa de gordura)”, explica o cardiologista Rafael Santos Costa.

O LDL entra pela parede interna das artérias e sofre transformações (oxidação), acumulando-se no local. Este, então, cresce, criando uma placa aterosclerótica. Esta placa de gordura leva a uma diminuição da passagem de sangue e a musculatura cardíaca irrigada pela artéria coronária sofre isquemia. “Quando a placa cresce de maneira desordenada ou se rompe, pode obstruir totalmente a artéria, causando um infarto do miocárdio”, afirma Costa.

 

Controle e cuidados com o colesterol LDL

 

Não é fácil evitar o consumo de alimentos ricos em LDL, mas é possível manter os índices sob controle. Para isso, é importante atenção aos fatores de risco, como pressão arterial elevada; tabagismo; dieta rica em gorduras e alimentos processados; e sedentarismo. O consumo de fitoesterois também pode ser indicado para reduzir os níveis de colesterol no sangue, em conjunto com outras práticas que visam o bem estar cardiovascular.

É preciso ter bastante cuidado com o LDL, pois seu aumento ocorre sem sintomas. Para isso, é interessante realizar eventualmente exames que medem os níveis de colesterol. Pessoas com fatores de risco, como hipertensão, diabetes e histórico familiar de colesterol alto, por exemplo, precisam se precaver ainda mais e devem realizar exames pelo menos uma vez ao ano.   

 

Dr. Rafael Santos Costa é cardiologista formado pela Universidade Iguaçu e atua em Nova Iguaçu. CRM-RJ: 52.93343-0 – Site oficialFacebookDoctoralia

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
atividade-fisica
cardiovascular
colesterol
coracao
infarto
nutricao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "Porque o LDL tem relação com doenças cardíacas?"

Marcos Antônio dos Santos

Eu quero que você me dá um toque especial para o meu

Cuidados Pela Vida

Oi Marcos Antônio, temos em nosso site algumas matérias com informações que podem te auxiliar, segue os links:
https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/quais-alimentos-mais-ricos-colesterol-ruim
https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/eliminar-colesterol-alimentacao
Lembrando que isso não te isenta de comparecer em uma consulta com o médico para obter maiores orientações. Abraços.

José Luiz Burigo

Sofri um infarto em agosto de 2017 e venho fazendo reabilitação cardiológica com acompanhamento (exercícios físicos, medicação e dieta alimentar). Meu colesterol não estava muito alto, mas sim os trigricerídios. Os triglicerídios também influenciam na saude cardíaca ou traz outros problemas? Obrigado

Cuidados Pela Vida

Olá José Luiz, segue o link de uma de nossas matérias com informações que podem esclarecer sua dúvida:
https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/colesterol-triglicerides
Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.