Qual a diferença entre intolerância à lactose e alergia ao leite?

  • +A
  • -A

Apesar de muitas pessoas tratarem como sinônimos, intolerância à lactose e alergia ao leite são quadros distintos. O primeiro nada mais é do que a deficiência total ou parcial que algumas pessoas apresentam na produção da lactase, enzima responsável pela “quebra” da lactose, que é o açúcar naturalmente encontrado no leite e em seus derivados. Já no segundo, o sistema imunológico entende as proteínas do leite como nocivas, iniciando uma série de processos que caracterizam o quadro da alergia.

“Sem a produção da enzima lactase, a lactose não é ‘quebrada’ para gerar glicose e galactose, ou seja, ela não é digerida e absorvida no intestino delgado. Na alergia à proteína do leite da vaca, os sintomas normalmente aparecem nos primeiros anos de vida e são superados à medida que a pessoa vai crescendo, dos 3 aos 5 anos em diante, em geral. Mas há quem continue a ser alérgico mesmo depois de adulto”, explica a nutricionista Adriana Ávila.

Sintomas da intolerância à lactose e alergia ao leite


Conforme aponta a especialista, os sintomas de ambos também apresentam diferenças. A intolerância à lactose é caracterizada por náusea, dor ou distensão abdominal (“estufamento”),
gases e/ou diarreia. Na alergia ao leite da vaca, os sintomas são mais variados e podem acometer especialmente o trato gastrointestinal (com diarreia, sangue nas fezes, dor abdominal, refluxo), pele (com inchaço dos lábios, boca e língua, vermelhidão e surgimento de placas de urticária) e o trato respiratório (com tosse, chiado no peito e falta de ar).

“Sintomas da alergia ao leite da vaca, como inchaço da face,  chiado no peito e dificuldade para respirar, podem trazer perigo poucos minutos após o indivíduo consumir leite ou derivados. Isso porque eles podem significar que a pessoa está tendo uma reação anafilática e precisa de atenção médica de emergência”, alerta Adriana. Porém, nem todos os pacientes com alergia à proteína do leite de vaca apresentam esses sintomas. É fundamental consultar um médico para uma avaliação individual.

Intolerância à lactose não impede o consumo de leite e derivados


Enquanto os pacientes com alergia à proteína do leite de vaca devem evitar completamente o leite e seus derivados, aqueles com intolerância à lactose podem consumir esses alimentos, devendo prestar atenção à ocorrência de sintomas e a tolerância individual à lactose. Para os indivíduos com intolerância à lactose, a suplementação com lactase pode ser uma alternativa, devendo ser administrada quando houver o consumo de leite e derivados.

 

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Adriana Ávila

Adriana Ávila

Nutrição

CRM: 2816 / SP

TAGS
alimentacao
intolerancia-a-lactose
suplementos

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual a diferença entre intolerância à lactose e alergia ao leite?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.