Por que a depressão causa alterações no apetite dos pacientes?


  • +A
  • -A

Caracterizada principalmente pelo sentimento de tristeza que afeta seus portadores, a depressão é uma doença psiquiátrica que atinge mais de 320 milhões de pessoas ao redor do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Além dos sintomas psíquicos, a doença também pode causar mudanças no ritmo biológico, com alterações no sono e até mesmo no apetite.

Mudanças no apetite e variações de peso são sintomas da depressão


“O aumento ou a diminuição do apetite durante a maior parte dos dias é um dos critérios diagnósticos da depressão, sendo entendido como parte do quadro, assim como humor deprimido,
perda de prazer nas atividades e falta de energia, que também são alguns dos critérios”, afirma a psiquiatra Érika Mendonça de Morais.

No entanto, segundo a especialista, o motivo da alteração do apetite nos quadros depressivos ainda não foi totalmente esclarecido. Mas, se esta mudança permanece por mais de 14 dias, cresce a suspeita de depressão em um paciente que ainda está sendo avaliado por um profissional da área da saúde.

Auxílio de nutricionista pode minimizar ganho ou perda de peso


Caso a perda ou o ganho de peso forem muito acentuados, o acompanhamento de um nutricionista, além do psiquiatra, pode ser necessário. “Outra situação em que este profissional também é indicado é em
casos de depressão infantil, nos quais a criança deixa de ganhar peso como deveria”, explica a médica.

De acordo com Érika, as alterações de apetite dos quadros depressivos devem ser tratadas da mesma forma que os outros sintomas, ou seja, com o uso de medicamentos e psicoterapia. Os efeitos das medicações começam a ser sentidos em até 15 dias e são potencializados com a prática de atividades físicas, bons hábitos ligados ao sono e interrupção do consumo de bebidas alcoólicas, cigarros e outras drogas.

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Dra. Érika Mendonça de Morais

Dra. Érika Mendonça de Morais

Psiquiatria

CRM: 124933 / SP

TAGS
alimentacao
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

26 comentários para "Por que a depressão causa alterações no apetite dos pacientes?"

luciano

a falta de apetite se dar em virtude da grande tristeza ,em nao ter vontade de fazer nada

Sonia Peregrino

Meu marido está com depressao,a geriatra receitou um ansiolítico ,mas estou com receio de dar a ele ..

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Sonia, é importante seguir as orientações do médico, e manter um acompanhamento periódico para que ela possa avaliar a evolução do seu esposo. Abraços.

Adilson de Souza gois

Sofro de depressão bipolar e que estou sempre em baixa dependo do caps e cada dia sinto pior minha vida não quero mais comer nem trabalhar e nem viver demoraram pra descobrir que não sofria de uma simples depressão e tinha um médico bom e com a rede pública que trocou de médico que não está conseguindo me ajudar estou sofrendo muito

Alvino Januth

Caro Sr. Adilson. Bom Dia. É sempre prudente, no caso de depressão e bipolaridade que tenha alguns cuidados para que você possa sofrer menos. A primeira coisa é ter um BOM médico, o médico que vai te acompanhar deve e é obrigatório que ele conheça todo o seu histórico. Tem uma coisa que é muito importante quando for ao médico é que você sinta confiança nele, tenha prazer em conversar com ele, deve sentir-se bem quando das consultas. À vezes não só a medicação resolve, tem de ter complementos como: fazer uma atividade física (não precisa ser exatamente uma academia) pois muita gente além de não poder pagar pelos serviços não tem gosto pela coisa, eu mesmo detesto academia, inclusive tenho uma em casa completa mas não a uso, é uma coisa sem graça. Mas você pode caminhar pelas redondezas, pelas Ruas, Jardins, pelo Campo, Estradas, Trilhas, etc.. Tem uma coisa que vai te ajudar muito que é frequentar um Grupo de Ajuda (NA) procure em sua Cidade se tem algum e vá, você vai ver que a coisa funciona e é de graça, e o que é melhor, vai fazer amigos. Uma pessoa doente não tem amigos, eles simplesmente somem. Levante-se e de o primeiro passo, depois você vai ver que já vai estar andando quilômetros. Fique com Deus.

GERSON GOMES PINTO

BOA TARDE…E SOBRE A FALTA DE SONO? O Q DEVEMOS FAZER ??

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Gerson, para controlar esse sintoma, é necessário que o paciente se engaje em um tratamento contra a depressão. O Dr. Shigueo Yonekura também orienta: “Se não conseguir dormir em 20 ou 30 minutos, o ideal é não ficar na cama olhando para o relógio. Leia um livro ou ouça uma música relaxante, mas evite o brilho da tela da televisão ou do computador, porque pode estimular o cérebro e mantê-lo acordado”. Abraços.

Casturina Rufino

Estou passando por um momento de depressão e não estou sabendo lidar com essa angústia que me dar é uma angústia que não sei de onde ver.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Casturina, marque uma consulta com o psicólogo ou psiquiatra para que possam te auxiliar com o tratamento adequado. Tente também praticar hobbies e atividades que te façam sentir bem. Abraços.

Elisa Marta Soares Baraque o

Tenho depressão de longa data faço tratamento e gostaria de um dia deixar de usar medicamentos para está doença e para dormir, faço uso de 3 medicamentos para dormir tenho uma ótima profissional que cuida de mim além de ir ao psicólogo duas vezes no mês

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Elisa, desejamos sucesso em seu tratamento e recuperação. Abraços.

Keller Regianne

Boa reportagem. Sou psicóloga – Especialista em Neuropsicologia. Muitos pensam que os sintomas referentes a tristeza e o isolamento social estão ligados a depressao, o que é um engano. Existem varios outros sintomas que são indicativos para o quadro incluindo a alteração do apetite. O acompanhamebto psicológico juntamente com exercícios físicos e ajuda medicamentosa, são primordiais para o tratamento. Obrigada.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Keller, ficamos felizes por saber que nossa matéria lhe agradou, e agradecemos pelo comentário. Sem duvidas o acompanhamento com o profissional especializado é muito importante para o tratamento adequado da doença. A pratica de exercícios físicos vinculado ao tratamento traz muitos benefícios tanto para a saúde mental quantos para saúde física como um todo. Continue por aqui para acompanhar novas matérias e mais informações e dicas sobre saúde e tratamentos. Abraços.

eribaldo campos

Sofro da sindrome do pensamento acelerado. Principalmente ao acordar a confusao de pensamentos negativos, muito atrapalha minha auto-estima , ficando bom tempo sem vontade de agir. Que devo fazer ?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Eribaldo, O tratamento contra a Síndrome do Pensamento Acelerado deve ser orientado por um profissional especializado, como um psicólogo ou psiquiatra, por exemplo. Busque ajuda e auxilio de um profissional para inciar o tratamento mais adequado amenizando as crises e trazendo grande melhora na sua qualidade de vida. Até a próxima.

Denise silva

Tenho fibralmiagia observei depois que tive uma decepção muito grande entrei em depressão profunda pensei em morrer fiz tratamento psicólogo enfim hoje faço uso d ant depressivo será que a fibromialgia está relacionada com a depressão?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Denise, Segundo o psiquiatra Dr. Giovani Missio, cerca de 65% dos pacientes deprimidos se queixam de dores e 52% das pessoas com dores crônicas apresentam algum grau de depressão. Essa relação é bastante conhecida, mas as causas ainda são investigadas. O tratamento da depressão é importante para controlar o transtorno e interromper as dores físicas e outros sintomas, contribuindo para melhorar a qualidade de vida do paciente. Procure ajuda de um profissional para que seja iniciado o tratamento mais adequado para você, amenizando assim os sintomas da doença e melhorando sua qualidade de vida. Abraços.

Daniel

Eu tô com mais ou menos com um mês que não como direito quando vou engolir o alimento eu vomitoQuando tomo diazepan não sinto isso e Eu fico triste diretoVocês podem me ajudar pra passar isso

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Daniel. A diminuição do apetite durante a maior parte dos dias é um dos critérios diagnósticos da depressão, sendo entendido como parte do quadro, assim como humor deprimido, perda de prazer nas atividades e falta de energia. O tratamento adequado indicado por um psiquiatra poderá ajudá-lo a controlar os sintomas! Desejamos sucesso no seu tratamento.

Ariane

Olá. Há um mês tive a perda do meu irmão. E desde la. Não consigo me alimentar direito,sinto fome porém nausea dos alimentos.Parece que nunca mais serei feliz de novo. Falta de animo para tudo. Perdi 4 kg.Meu corpo treme quando penso nele. Dificilmente consigo relaxar,e desde então me afogo em remedios para estomago melhorar. O que eu faço?Me ajude por favor.Obrigado

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Ariane. Sentimos muito pela perda. A depressão é uma doença que pode ser tratada por uso de medicamentos antidepressivos, mas também por psicoterapia. Por isso, orientamos que converse com seu médico sobre seus sintomas, para que ele possa identificar, se a terapia no seu caso lhe ajudaria e também para que ele verifique se há necessidade de passar com um Nutricionista para lhe ajudar na falta de apetite. Desejamos melhoras no seu tratamento.
Abaixo segue link de matéria que aborda um pouco mais esse assunto.
https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/depressao/depressao-terapia-acao-medicamentos

Jucilene Maria

Estou com depressão e síndrome do pânico. Sofro muito com isso, sinto muitas dores: no peito, na cabeça e em outras partes do corpo. É terrível. Faço tratamento e me pego muito com Deus para não fazer besteiras, pois meus pais são idosos e tenho uma filha maravilhosa com 19 anos. Entrego- me nas mãos de Deus todos os dias e minha família também.🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Jucilene. A depressão e síndrome do pânico são transtornos que exigem tratamento específico para que haja remissão dos sintomas. Em muitos casos, o uso da medicação é o pilar principal do tratamento, seguido do acompanhamento psicoterápico. De toda forma, para que o diagnóstico seja preciso e possibilite a sua recuperação, é fundamental que procure um médico psiquiatra para que avalie o método mais eficaz de tratamento. Abraços!

João

Ha 12 meses perdi o emprego e tinha recebido um apto, tenho 47 anos minha esposa 46 e um filho de 14 anos, reformamos e viemos morar, no entanto tivemos problemas ela também ficou desempregada e ambos temos sérias dificuldades de manter as contas em dia, isso tem consumido nosso relacionamento, não conseguimos pensar em outra coisa que não seja ganhar dinheiro, o resultado disso é que o mesmo parece correr de nós, tenho vendido alguns bens como carro, entrar no limite do cartões de crédito a ponto de negativar o nome e não ter mais o que fazer, emprego está muito difícil pra nossa idade e trabalhos autônomos está tendo puco retorno financeiro isso tudo consume nossas energias e levando a depressão, não sabemos mais o que fazer, estamos vendendo, alugando ou trocando nosso lar, sabemos que se sairmos daqui dificilmente iremos retornar,seria uma perda significativa, estamos lutando todos os dias renovando nossas esperanças mas chega um momento que parece que o universo não houve ou vê nossos esforços, mesmos proclamando frases de positividade e Vitória, parece que não há saída, precisamos de ajuda.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, João. Sempre há uma saída! O primeiro passo para um tratamento é reconhecer que precisa de ajuda. Muitas vezes, o problema pode parecer grande demais para ser resolvido, mas se você dividi-lo em partes menores, verá como fica mais fácil de solucioná-lo. Não deixe de cuidar da sua saúde mental, sessões de psicoterapia podem te ajudar a enfrentar essa situação. O especialista deve ajudar o portador a gerenciar suas emoções, a identificar fatores ambientais que favoreçam o aumento de seus sintomas ou o agravamento de sua doença, a aprender a superar suas dificuldades e a realizar mudanças necessárias para que consiga ter uma vida de maior qualidade. Abraços!

Sônia

Desde muito nova tive problemas com isolamento e tristeza, cheguei a usar drogas e bebidas, mais nada resolveu hj estou com 42 anos, não tenho amigos, sou afastada da família, as pessoas vêem como se eu pudesse me levantar, já fiz tratamento mais larguei e hj as coisas só pioram, não sinto vontade de mais nada na vida, o neu companheiro não acredita, a vontade que tenho é de esperar a morte.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.