Depressão: Veja alimentos que podem prejudicar o tratamento da doença


  • +A
  • -A

Não é de hoje que médicos, nutricionistas e outros profissionais da área da saúde destacam o papel da alimentação na qualidade de vida e no tratamento de doenças. No caso de pacientes com depressão, não poderia ser diferente. “De forma empírica, podemos dizer que a alimentação saudável, rica em nutrientes e vitaminas, ajuda a pessoa a melhorar a disposição e se sentir com mais energia”, afirma a psiquiatra Monica Zilberman.

Excesso de gorduras trans e saturada pode atrapalhar tratamento da depressão


A alimentação não é capaz de levar um paciente a um quadro depressivo sozinha, até mesmo porque a doença é causada por uma série de fatores. No entanto, a comida pode interferir na evolução do problema. “Dietas muito restritivas em carboidratos são contraproducentes, porque os carboidratos ajudam a dar uma sensação de bem-estar. Para quem está deprimido, cada componente ajuda no resultado final”, explica a especialista.

Já algumas substâncias presentes nos alimentos podem atrapalhar a eficácia do tratamento. É o caso da gordura trans, encontrada em produtos de padarias e confeitarias, como bolos, biscoitos, sorvetes e outros doces. Nutricionistas também indicam que ingredientes ricos em gordura saturada, como salsicha e manteiga, também devem ser evitados.

Bebidas alcoólicas não combinam com quem sofre com a depressão


Mas, um produto que é unanimidade entre os que podem prejudicar o tratamento da depressão é o álcool. O consumo de bebidas alcoólicas piora a doença e dificulta a busca e a realização correta das medidas indicadas pelo psiquiatra. Além disso, a associação entre alcoolismo e depressão pode propiciar o desenvolvimento de outros transtornos, como problemas ligados à ansiedade exagerada.

Por outro lado, estudos indicam que alimentos ricos em triptofano podem se tornar aliados do tratamento. A substância é muito encontrada em frutas cítricas e chocolates. O magnésio, o cálcio, o ácido fólico e a vitamina B6 também devem estar presentes na alimentação. Invista no consumo de leite desnatado, legumes e verduras verdes e oleaginosas, como a castanha do pará.  

Dra. Monica Zilberman é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da USP e atende em São Paulo. CRM-SP: 72538

Foto: Shutterstock

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
TAGS
alimentacao
depressao
psicologico
alcool

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

31 comentários para "Depressão: Veja alimentos que podem prejudicar o tratamento da doença"

Roberto Perracini

No meu caso foi ao contrário, depois de 16 anos sofrendo de depressão, por conselho do meu psiquiatra, fiz uma dieta de carboidratos e melhorei muito. Já fazem 10 meses que não tenho mais nada.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Roberto, por isso é muito importante o acompanhamento profissional no tratamento de qualquer doença, pois cada paciente tem um tratamento especifico e mais adequado dependendo do quadro clinico de cada um. Até a próxima.

jose carlos

faço tratamento contra depressão,já fazem 10 anos,tive que trocar meus remédios de maxapram 20mg por reconter,e o alprazolam 20mg por menelate estou muito melhor.so que estou engordando,gostaria de saber o porque…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá José, é de suma importância que você consulte seu psiquiatra para que diante de uma consulta presencial ele possa verificar com exames a possível causa do seu ganho de peso. Até logo.

Izilda

Bom ter este tipo de informação. Pois não sabia da influência da gordura saturada no caso da depressão.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Izilda, ficamos alegres por saber que nossas matérias tem te auxiliado. Conforme informado estudos indicam que alimentos ricos em triptofano podem se tornar aliados do tratamento. A substância é muito encontrada em frutas cítricas e chocolates. Temos mais uma matéria que pode te ajudar também trazendo novos conhecimentos, confira no link abaixo , abraços.

Antonio

Deveriam aproveitar este canal para indicações mais precisas… nos dias atuais, nas indicações internacionais, uma série de alimentos colaboram no equilíbrio da doença…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Antonio, uma boa alimentação além de poder amenizar os sintomas da depressão contribui como um todo na vida do paciente melhorando em vários aspectos trazendo benefícios adicionais melhorando a imunidade do corpo, diminuição da pressão arterial entre outras. Até logo.

Angélica

Tomei ocadil durante 2 anos , ele é muito bom e não deixa dependente , hoje não tomo mais quando me sinto meia querendo volta eu como banana e vejo que aquela sensação ruim passa , e tbm não tomo coca pq me dava crise de ansiedade

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Angelica, a depressão é um transtorno mental que vai muito além da tristeza profunda. A doença provoca também apatia, insegurança, ansiedade, insônia, problemas de concentração e até pensamento suicidas. E ao contrário do que muitos pensam, não é fácil sair dela. É preciso receber acompanhamento médico e fazer o tratamento corretamente com os medicamentos indicados. Para evitar uma recaída da depressão é necessário, primeiro, realizar o tratamento do primeiro episódio depressivo até o fim, ou seja, só interrompê-lo quando receber alta do médico. Isso diminuirá as chances de um novo episódio acontecer. Caso os sintomas ameacem aparecer mesmo assim, deve-se retomar o contato imediatamente com o especialista, para que ele possa determinar como proceder a partir daí. Abraços.

ALEXSSANDRA

Oi eu tenho ansiedade generalizada e diabetes realmente se comer um carboidratos aumenta a sensação de melhora mais aumenta tbem a glicose fica meio que complicado pra mim mais como muitas leguminosas sim obrigada pelas informações

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Alexssandra, o mais importante é manter o bem estar através de uma alimentação balanceada, prescrita por um nutricionista. Continue com o empenho em manter um estilo de vida saudável, e fique por aqui para ter acesso a mais informações. Até a próxima!

GlauciAcosta

baatante proveitososaber que através da alimentação podemos tbm ficar bem em relação a depressão.

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Glauci, ficamos felizes que a matéria foi de conteúdo proveitoso para você, segundo a nutricionista Dra. Adriana Ávila é importante o acompanhamento de um profissional para indicar alimentos que colaboram na melhora do psicológico, nesse link temos mais conteúdo relacionado ao tema: https://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/alimentacao-desencadear-agravar-quadro-depressao/. Abraços!

Odete

Minha filha tem transtorno bipolar , não aceita se tratar pois fala que as medicações fazem ganhar peso,tô muito estressada devido tudo isso o que posso fazer ,pois tá me afetando muito

CUIDADOS PELA VIDA

Oi Odete, realmente é estressante conviver com alguém que sofre do transtorno bipolar, para amenizar o efeito de ganho de peso é importante modificar o estilo de vida e comportamento (evitar tabagismo, praticar atividades físicas) para que o tratamento medicamentoso de sua filha seja positivamente influenciado, converse com o psiquiatra de sua confiança. Abraços.

Cleuza Paiva

Estou.há 3 meses.com transtornos depressivos. Tá muito dificil. Vi hoje pela primeira vez .Gostei muito..me foi de.valia

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Cleuza, além do tratamento com um especialista, manter uma alimentação saudável é de suma importância no tratamento da doença. Você também pode optar pela ajuda de um nutricionista para que o mesmo monte um plano alimentar de acordo com suas necessidades. Desejamos sucesso no seu tratamento. Abraços!

Cristiane

Eu tomo lítio há cinco anos. Ele engorda??? Pois engordei muito.

Henrique

Estou a sete meses fazendo tratamento,está muito ansioso com sentimentos de angústia,fui ao psiquiatria e meu diagnóstico foi começo de depressão,hj já estou me sentindo muito melhor com os médicamentos…

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Henrique. Agradecemos o seu comentário e desejamos sucesso no seu tratamento! Abraços.

deniselima1145@gmail.com

Olá sofro de depressão há muitos anos, já usei vários remédios hoje estou no Litíum, mas faz poucos dias q estou usando, é bom saber que esses alimentos devem ser evitados, porque tudo que eu puder fazer pra me sentir melhor é válido! Parabéns ao cuidadospelavida adoro receber as informações de vcs! Obrigado!

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Denise. Ficamos muito honrados em poder ajudar! Acompanhe o nosso site para encontrar mais matérias como essa. Um abraço!

Lenise

Excelente reportagem.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Lenise. Somos gratos pelo seu comentário! Estamos aqui para ajudar, não deixe de acompanhar nosso site. Abraços!

Daiane

Qual a diferença entre depressão e ansiedade. O psiquiatra falou que tenho ansiedade, mas meus sintomas de acordo com o que leio no cuidadospelavida parece muito com depressão

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Daiane. Tanto o transtorno de ansiedade generalizada quanto a depressão possuem sintomas semelhantes que afetam a saúde física e mental, um paciente pode ser diagnosticado com as duas condições ao mesmo tempo ou individualmente. A ansiedade é uma preocupação exacerbada sobre o futuro, pessoas com transtorno de ansiedade têm mais dificuldade e insegurança na tomada de decisões, sofrem com sintomas ansiosos cognitivos e físicos diante de situações triviais da vida e sempre apresentam algum tipo de comportamento de esquiva (fogem de situações) para evitar justamente o aparecimento dos sintomas ansiosos. Enquanto que, a depressão envolve uma distorção do pensamento e baixa de energia, falta vitalidade para agir e pensar. É uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite. A ansiedade e depressão são transtornos que exigem tratamento específico para que haja remissão dos sintomas. Em muitos casos, o uso da medicação é o pilar principal do tratamento, seguido do acompanhamento psicoterápico. Abraços!

Maria das Dores Cavalcante

Gosto muito das informacoes,meu reumatologista e o neurologista me receitara doloxitina mas sinto desanimada e triste, devo procurar o psiquiatra minha depressao ja vai para uns 10 anos

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Maria. Agradecemos o seu comentário! O tratamento da depressão requer extremo cuidado com consumo dos medicamentos e com a adesão às outras medidas propostas pelo psiquiatra. Qualquer falta de atenção pode facilitar uma recaída, que é a piora dos sintomas da doença após um período de melhora. Desejamos sucesso no seu tratamento!

Denísia Maria B. da Costa

Diagnosticada (F32); depois de muitos anos tentando driblar e/ou ignorar os os sintomas, até entrar em estado deprimido duradouro e “pifar”. Não tive mais opção. Aceitei e me rendi à psicoterapia, em início de 2011.Hoje, vejo que para ter sucesso nessa empreitada é fundamental ter confiança no(s) profissional(ais) “escolhidos” e desenvolver um acompanhamento sistemático, até atingir um nível de compreensão dos eventos externos que colaboram para a “sujeita” recaída e principalmente entender que: Depressão é uma patologia “bioquímica” é bom ser vista como: doença: mental, espiritual e física. Essa compreensão também vem me auxiliando a me manter em pé e seguir caminhando em busca da “cura verdadeira”

CUIDADOS PELA VIDA

Olá, Denísia. Estamos contentes com seu engajamento, pois trata-se de uma doença que necessita de atenção e cuidados específicos.
Manter o tratamento com um psiquiatra é essencial para a remissão dos sintomas e para a manutenção da qualidade de vida. Algumas medidas aplicadas no dia a dia facilitam todo esse processo. Desejamos sucesso no seu tratamento. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.