Qual a diferença entre colesterol e triglicérides?


  • +A
  • -A

Tanto o colesterol quanto os triglicérides são gorduras ingeridas pela dieta e fabricadas pelo fígado, sendo que a primeira diferença entre eles está no fígado. A fabricação de colesterol pelo fígado ocorre independentemente da dieta, ou seja, o fígado é capaz de fabricar colesterol mesmo que esta gordura não tenha sido ingerida pela alimentação. Já a fabricação dos triglicérides pelo fígado é dependente da dieta, ou seja, o fígado somente é capaz de fabricar triglicérides se um dos componentes desta gordura, o glicerol, for previamente ingerido pela alimentação.

A segunda diferença entre estas gorduras está na função, pois cada uma delas desempenha um papel diferente no corpo humano. O colesterol, especificamente, é precursor dos hormônios esteroides, dos ácidos graxos e da vitamina D, além de constituir as membranas celulares atuando na fluidez das mesmas e na ativação de enzimas ali situadas. Já os triglicérides representam uma das mais importantes formas de armazenamento energético, o que nos leva para a terceira diferença entre eles que está relacionada ao excesso destas gorduras no organismo.

Quando consumimos colesterol em excesso ou nosso organismo produz quantidades excessivas desta gordura por alguma disfunção genética e hereditária, o excesso permanece circulando na corrente sanguínea em forma de LDL (colesterol ruim). Os triglicérides, por sua vez, quando ingeridos em excesso, além de circularem pela corrente sanguínea em forma de VLDL (colesterol muito ruim), também são armazenados em nosso tecido adiposo, ou seja, são armazenados em forma de gordura, contribuindo para o ganho de peso e aumentando as medidas corporais.

Embora seja importante possuir uma reserva energética em forma de tecido adiposo e colesterol em circulação para que algumas funções do corpo humano possam ser executadas com normalidade, o excesso destas gorduras é prejudicial à saúde. Perceba que o problema está no excesso!

De um modo geral, tanto o colesterol quanto os triglicérides, quando em excesso, são considerados fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O colesterol elevado, especificamente, está diretamente relacionado à aterosclerose, uma doença caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura no interior das artérias. Já os triglicérides, além de contribuírem indiretamente para a aterosclerose, também estão relacionados à pancreatite aguda, uma inflamação brusca do pâncreas que pode ser fatal.

Vale ressaltar que a aterosclerose é uma das principais causas de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Sendo assim, manter os níveis de colesterol e triglicérides sob controle é fundamental para evitar tais complicações.

 

COLABORARAM NESTE CONTEÚDO: 
Central Saudável Saber

Central Saudável Saber

Clínica Médica

CRM: /

TAGS
alimentacao
colesterol
diabetes
sangue

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Qual a diferença entre colesterol e triglicérides?"

Fabio Silva

Muito bem explicado. Informações estas que todos deveriam ter acesso. Creio que a maioria das pessoas desconhecem.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Fabio, que ótimo que gostou da matéria, a nossa intenção aqui é essa mesmo de informar e esclarecer. abraços.

Regiane França

Gostei muito . São explicações de fácil compreensão. E quero deixar a sugestão, para que possa acrescentar ao final a prevenção e dicas de como melhorar o colesterol e triglicérides.

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Regiane. Ficamos felizes por saber que você apreciou a matéria. Encaminharemos sua sugestão para areá responsável. Continue nos acompanhando para receber mais matérias e dicas como essa. Até logo.

Marcio

Ola estou com triglecirideos acima de 400 e colesterol tbem alto mas pouco estou tomando remedio pra ambos mas não to me sentindo bem com os remedios. Posso substituir por algum remedio natural.?

CUIDADOS PELA VIDA

Olá Marcio. Agradecemos por compartilhar seu relato conosco. Antes de alterar o tratamento atual é importante consultar seu médico, informa-lo sobre a falta de eficácia no tratamento atual para que ele possa indicar um novo tratamento ou alterar o tratamento atual para que ele seja mais eficaz. Desejamos sucesso no seu tratamento. Até logo.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.