Alergias alimentares: Conversamos com um especialista para saber quais os principais riscos encontrados em produtos do dia a dia


  • +A
  • -A
Imagem do post Alergias alimentares: Conversamos com um especialista para saber quais os principais riscos encontrados em produtos do dia a dia

As alergias alimentares são reações indesejáveis do corpo, provocadas pelo contato de um alimento consumido com uma substância produzida pelo sistema imunológico, que acredita se tratar de um agente invasor e passa a combatê-lo para proteger o corpo. E não importa a quantidade: a reação pode surgir mesmo depois da ingestão de pequenas porções.

O problema chama cada vez mais a atenção dos profissionais da saúde, já que o número de pessoas alérgicas no mundo não para de crescer: estima-se que a quantidade de casos no Brasil tenha aumentado em 18% nos últimos 15 anos. O consumo de produtos industrializados, que misturam diversos ingredientes, torna difícil a identificação de um alimento capaz de provocar uma reação alérgica.

Medida de precaução para os alérgicos

Para facilitar a vida do consumidor, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabeleceu, em junho de 2015, que alimentos e bebidas devem informar a presença de substâncias alergênicas. O regulamento entra em vigor a partir do dia 3 de julho de 2016 e contempla 17 ingredientes: ovo, avelã, soja, trigo, leite, pecã, pinoli, peixes, nozes, crustáceos, amendoim, macadâmia, pistache, amêndoa, látex natural, castanha de caju e castanha do Pará.

O imunologista Antonio Condino Neto, membro da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, afirma que o órgão apoia totalmente a decisão da Anvisa. Segundo ele, a iniciativa é fundamental para a prevenção de alergias alimentares graves, que podem produzir inúmeros prejuízos ao corpo.

As reações do corpo

As consequências de uma reação alérgica variam. “Dependendo do grau de alergia, os pacientes desenvolverão lesões inflamatórias que afetam o funcionamento e absorção dos alimentos no esôfago, estômago e intestinos”, afirma o imunologista. Ele ainda cita outras possíveis reações do corpo, como coceira, vômito, diarreia, dermatite, urticária, mal estar, dor abdominal e choque anafilático.

Se a alergia produzir efeitos discretos, Condino Neto diz que o paciente deve tomar um medicamento antialérgico e interromper o consumo do alimento causador da alergia. “Se o quadro for grave e houver um choque anafilático, o paciente deve andar sempre com adrenalina auto injetável”, explica o médico, acrescentando que, depois de aplicá-la, o paciente deve se dirigir a um hospital.

 

Dr. Antonio Condino Neto é imunologista, formado pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, membro da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) e atua em São Paulo. CRM-SP: 51204

TAGS
alimentacao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "Alergias alimentares: Conversamos com um especialista para saber quais os principais riscos encontrados em produtos do dia a dia"

Aline Torquato

Adorei a reportagem, gostaria de saber mais sobre Alergia a Proteína do Leite, tenho um filho de 3 anos que está com essa alergia. Tenho muita dificuldade em achar alimentos que não contenham traços de leite. Com este regulamento da ANVISA ficou mais seguro, pois nem todos os rótulos vinham com este tipo de informação. Acho que as industrias deveriam se preocupar mais com as pessoas alérgicas, pois acabam processando alimentos nas mesmas máquinas que outros produtos que contenham esses tipos de ingredientes…Outro dia estava no mercado procurando bolacha de água e sal (pois é a unica que ele pode comer), saí sem comprar nenhuma … pois todas, inclusive as de água e sal/e integral, tinham no rótulo: “pode conter traços de leite”. Fico sem muitas opções de lanche para ele levar para escola. Moro em uma cidade do interior e não tem lojas especializadas neste tipo de produto.Desde já agradeço.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.