AchèAchè
    search
    Título

    Dia dos namorados do intolerante à lactose: dicas para evitar desconfortos

    Cuidados e Bem-estar
    Suplementos

    Por

    Comemorado em 12 de junho, o dia dos namorados é repleto de romantismo. Para celebrar a data que está chegando, é comum que os casais optem por uma ida ao restaurante para apreciarem uma boa comida. O que fazer, então, quando um deles é intolerante à lactose e corre riscos de sofrer os sintomas?

    Dentre os sintomas comuns, é possível listar náusea, dor ou distensão abdominal, gases e até mesmo diarreia. Sinais que são incrivelmente desconfortáveis e acabam acompanhando os intolerantes à lactose constantemente.

    Saiba mais sobre os desconfortos da intolerância à lactose.

    Para quem convive com a condição, é fundamental tomar algumas precauções para evitar aquele constrangimento em um momento romântico. Afinal, o conforto de ambos é indispensável para curtir a celebração e o companheirismo. Para saber como proceder nessas circunstâncias, convidamos o Dr. Edir Porto para nos ajudar a dar algumas sugestões sobre o que fazer nessa situação.

    Lactase: enzima pode ajudar na digestão do intolerante à lactose

     

    Um rodízio de pizza, fondue ou mesmo aquela sobremesa em seguida, são escolhas comuns no dia dos namorados. Normalmente, as receitas contêm leite e, consequentemente, lactose. Ficou com aquela vontade de provar, mas tem medo dos desconfortos como gases e diarreia? O gastroenterologista alerta para o nível de intolerância à lactose de cada um que pode conferir maior liberdade:

    “Algumas pessoas são parcialmente intolerantes. Logo, pequenas quantidades de lactose não provocariam sintomas. Porém, em uma circunstância tão especial como o dia dos namorados, nunca é bom arriscar”, aconselha o Dr. Edir. Para ele, o recomendado é que o intolerante à lactose consuma enzima lactase. 

    “A enzima lactase quebra a ligação entre a glicose e galactose, que são os dissacarídeos que compõem a lactose. O intestino não absorve a lactose como dissacarídeo, mas absorve a molécula de glicose e a de galactose. Por isso, a lactase ameniza os sintomas, já que a lactose não chegará na porção do intestino para ser fermentada pelas bactérias e produzir os sintomas”, explica o gastro. 

    O ideal, portanto, é procurar um profissional de saúde para te acompanhar e entender o grau da sua intolerância à lactose. Assim, você não correrá riscos de se sentir mal e transformar um momento que poderia ser marcante no dia dos namorados em uma situação para lá de “diferentona”. 

    Aproveite e saiba mais sobre o que pode mudar na rotina do intolerante à lactose.

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes