AchèAchè
    search
    Título

    Como identificar e tratar a hiperglicemia?

    Uncategorized

    Por

    Hiperglicemia é quando o nível de glicose (açúcar do sangue) está muito alto. Acontece quando a insulina (hormônio responsável pela redução da glicemia sanguínea) está em pequena quantidade no organismo ou quando o corpo não consegue utilizá-la da forma adequada. Isso pode acontecer por alguns motivos:

    Quantidade incorreta de insulina, no caso do Diabetes tipo I;

    O corpo tem dificuldade de utilizar a insulina produzida, a “famosa” resistência à insulina;

    Consumo alimentar excessivo, principalmente carboidratos refinados (arroz branco, pão e macarrão feitos com farinha branca e doces em geral com açúcar);

    Estresse causado por doença ou qualquer outro fator.

    Sinais e sintomas

    Os principais sintomas são excesso de urina e aumento da sede.

    Complicações

    A hiperglicemia pode levar a cetoacidose diabética (quando o corpo utiliza gorduras para a produção de energia, ao invés de glicose), o que pode levar ao coma e até a morte. Fique atento aos sintomas já citados acima e também aos sinais de desidratação, odor cetótico (similar ao de frutas velhas) e cansaço.

    Como complicações de frequentes hiperglicemias, podem ocorrer problemas no funcionamento de diversos órgãos como olhos, rins, coração, nervos e vasos sanguíneos.

    O que fazer

    Uma das formas de baixar a glicemia sanguínea é praticando exercícios físicos, porém, para aqueles que já são diabéticos, é muito importante conversar com o médico assistente para uma adequação, caso necessário, nos medicamentos, além de consultar-se com um nutricionista para receber orientações nutricionais.

    É importante seguir todas as recomendações médicas e nutricionais para manter a glicemia em níveis adequados.

    Referências:

    Compartilhe

    Posts relacionados

    Converse com um dos nossos atendentes