Quais são as causas e fatores de risco associados às varizes?


  • +A
  • -A

As varizes são uma doença crônica, ou seja, não existe cura. Quem sofre do problema deve sempre manter um acompanhamento anual com seu médico e fazer o tratamento preventivo. Se não tratadas, elas podem levar a diversas complicações que afetam a circulação do sangue, especialmente nos membros inferiores.

O que causa as varizes?

Segundo a angiologista Thayane Guimarães, do Rio de Janeiro, as causas estão ligadas à pré-disposição genética, mas existem outros fatores de risco. “Trabalhar muitas horas seguidas em pé ou sentado é o suficiente para dar início à insuficiência venosa”, explica a médica. “Outros fatores que agravam o problema das varizes são: obesidade, sedentarismo, multiparidade (várias gestações) e a síndrome pós-trombótica. A síndrome pós-trombótica nada mais é do que aparecimento de varizes, manchas na pele e edema (inchaço) nas pernas de pessoas que tiveram trombose”.

Varizes não causam alterações cardíacas

Muitos pacientes que possuem varizes têm medo de que a doença possa causar problemas cardíacos. Porém, a angiologista garante que não é o caso. “Além de incômodos estéticos e dores, se não forem tratadas, as varizes podem causar dermatite ocre (manchas escuras nas pernas) e até mesmo úlceras, que são de difícil cicatrização”, afirma Guimarães.

Ainda de acordo com a especialista, mulheres têm mais tendência a ter varizes que os homens por conta de fatores hormonais e gestacionais.

Existem diversos tipos de tratamentos para varizes dependendo do estágio da doença no paciente

Somente o angiologista vai indicar o tratamento específico para cada estágio das varizes. Os medicamentos podem ser prescritos para melhorar sintomas de dores, cansaço e edema nas pernas, mas os mesmos funcionam apenas como um complemento. Veja as opções:

  • Escleroterapia com Espuma (conhecida popularmente como aplicação de varizes): feito no consultório, injetando um medicamento que é transformado em uma espuma. Essa espuma é capaz de “secar” qualquer calibre de veia, inclusive pode ser utilizada nas Safenas;
  • Microcirurgia sem Bisturi: retira-se as varizes de pequeno e médio calibre e veias nutrícias (as veias que nutrem os vasinhos), através de furinhos na pele, sem cortes de bisturi;
  • Ablação de Safenas à Laser ou por Radiofrequência;
  • Cirurgia de varizes convencional: onde retira-se as veias calibrosas doentes e muitas vezes, retira-se a veia safena insuficiente.

 

Dra. Thayane Guimarães é angiologista e cirurgiã vascular especialista em diagnóstico vascular não-invasivo, flebologia, linfologia e tratamento de varizes com laser. CRM 52943410

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são as causas e fatores de risco associados às varizes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.