Existem alimentos que podem complicar um quadro de varizes?


  • +A
  • -A

As varizes são veias insuficientes e dilatadas que podem causar dores, inchaço, além do incômodo estético com o aparecimento de pequenos vasinhos nas pernas. O tratamento varia de acordo com o grau da doença, mas medicamentos com outras intervenções indicadas pelo médico garantem ótimos resultados. No dia a dia, uma dieta equilibrada pode ser uma grande aliada para melhorar a circulação sanguínea de forma geral. “Não existe uma alimentação específica somente para combater varizes. Existem alimentos que ajudam na manutenção da boa circulação de uma forma geral”, explica a angiologista Thayane Guimarães, do Rio de Janeiro.

Saiba quais alimentos evitar para não prejudicar a circulação sanguínea

O sal é inimigo número um da circulação. O alimentação retém líquido no nosso organismo, o que dificulta o bombeamento do sangue, resultando na pressão arterial elevada. “O ideal é manter a distância de alimentos industrializados, especialmente os instantâneos, como sopas e temperos. Eles contêm muito sódio e são vilões da boa circulação. O consumo excessivo dessa substância é um dos fatores de risco da hipertensão arterial”, afirma a médica, ressaltando a importância de alimentos naturais, de preferência orgânicos.

Confira a lista de substâncias que auxiliam nosso organismo a ter uma boa circulação

A angiologista indica uma alimentação incluindo muitas frutas, legumes e verduras. “Um grande levantamento feito aponta que cinco porções diárias de vegetais reduzem o risco de morte em 25%. A orientação já havia sido estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mas infelizmente 90% dos brasileiros não seguem a regra”, diz a médica. Veja a lista de substâncias e quais alimentos consumir para uma boa circulação:

– Vitamina C:  auxilia no fortalecimento das paredes dos vasos sanguíneos, ajuda na prevenção de doenças vasculares, como a aterosclerose. Esse nutriente é encontrado em algumas frutas e outros alimentos, como, por exemplo, laranja, limão, morango, kiwi e brócolis.

– Gordura insaturada: amendoim, nozes, castanhas e amêndoas são alimentos que contém gordura insaturada, que beneficia as artérias, além de possuir propriedades antioxidantes.  O azeite de oliva também possui gorduras insaturadas e outros componentes que são favoráveis às veias e artérias.

– Amido resistente: presente na batata doce, auxilia na redução da fração nociva do colesterol (LDL) e, consequentemente, contribui na prevenção de doenças vasculares.

– Ômega 3: além de auxiliar na redução dos níveis do colesterol LDL no organismo, também diminuem os riscos de coagulação e inflamações nos vasos sanguíneos. Ele é encontrado em peixes como salmão, atum e sardinha e também em outros alimentos, como nozes, castanhas, sementes de chia e linhaça.

– Licopeno: é a substância responsável pela cor vermelha de alguns alimentos, como o tomate. Ele é um potente antioxidante que auxilia na prevenção de doenças vasculares, como a obstrução das artérias, por exemplo.

– Polifenóis: são compostos bioativos que estão presentes em alimentos de origem vegetal, como verduras, legumes, frutas e cereais. Eles melhoram o funcionamento do sistema circulatório, pois colaboram na proteção das células contra os radicais livres, além de auxiliarem na redução do acúmulo de gordura no organismo.

– Fibras alimentares: auxiliam na diminuição dos níveis de colesterol LDL (o chamado colesterol “ruim”) no sangue. Elas estão presentes em cereais, grãos, frutas e verduras.

– Alicina:  presente no alho, possui componentes que reduzem a capacidade de coagulação do sangue, inibem processos inflamatórios e ajuda a prevenir o entupimento dos vasos sanguíneos.

– Potássio: tem várias funções importantes, incluindo regulação da pressão arterial e dos batimentos cardíacos. Ajuda a eliminar o sódio e os produtos industrializados das células e, consequentemente do corpo, pela urina. Boas fontes de potássio: manga palmer, extrato de tomate, banana nanica, milho, mandioquinha e romã.

– Vitamina E: estimula o relaxamento muscular e dos vasos sanguíneos, contribuindo para o controle da pressão arterial. Promove saúde cardiovascular, auxiliando na prevenção de doenças como derrame e infarto. Pode-se obter mais de 90% do valor diário de vitamina E em apenas um quarto de xícara de sementes de girassol.

Dra. Thayane Guimarães é angiologista e cirurgiã vascular especialista em diagnóstico vascular não-invasivo, flebologia, linfologia, tratamento de varizes com laser – CRM 52943410

TAGS
circulacao
varizes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Existem alimentos que podem complicar um quadro de varizes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.