Qual é a relação do TOC com as chamadas esquinas da vida?


  • +A
  • -A

Não é fácil passar por um momento traumático, como ser demitido, mudar de cidade ou país e perder um familiar querido. Esses eventos podem transformar completamente o dia a dia de uma pessoa, além de contribuir para moldar sua personalidade, seu comportamento e a maneira de se relacionar com outros indivíduos.

Momentos marcantes podem levar ou agravar o TOC


De acordo com o psiquiatra Ricardo Torresan, esses eventos podem impactar a saúde mental e levar ao desenvolvimento de um transtorno psiquiátrico, como o TOC, o transtorno obsessivo compulsivo: “Podem funcionar como um gatilho e o quadro surgir após um momento difícil da vida, assim como agravar o quadro de quem já tem o transtorno manifestado”.

No caso do TOC, o evento não determina o tipo de compulsão e de obsessão que serão observados no paciente, mas pode influenciar. “Um indivíduo que tem o pensamento recorrente sobre ter uma doença grave e que tem a compulsão de se autoexaminar buscando sinais da doença, ao conviver com uma situação real de uma pessoa próxima, pode ter mais pensamentos ou passar a se verificar mais”, exemplifica o médico.  

Tratamento do TOC deve abordar eventos traumáticos


O tratamento do TOC possibilita que o paciente controle os sintomas e possa viver sem interferências. Para que isso aconteça, é preciso abordar os eventos traumáticos que levaram ao transtorno ou agravaram o quadro. “O tratamento deve relembrar esses momentos, principalmente se ainda causam impactos ou sofrimentos para a pessoa. O tratamento com o psiquiatra e a psicoterapia podem auxiliar a ‘digerir’ os problemas que enfrentamos”, afirma Torresan.

Entretanto, o profissional diz que essa relação não é exclusiva do TOC. Momentos complicados da vida podem propiciar ou agravar outros distúrbios mentais, como transtornos graves de ansiedade e de humor. Entre eles, estão a síndrome do pânico, a depressão, a esquizofrenia e o transtorno bipolar.

Dr. Ricardo Cézar Torresan é graduado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e atua em Botucatu. CRM-SP: 100415

Foto: Shutterstock

TAGS
ansiedade
depressao
esquizofrenia
psicologico
panico
toc

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Qual é a relação do TOC com as chamadas esquinas da vida?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.