Como fazer para evitar a micose? Isso é possível?


  • +A
  • -A

As dermatomicoses ou micoses, como são conhecidas popularmente, são infecções causadas por fungos e que afetam a pele, as unhas, os pelos e as regiões de mucosa. As micoses podem aparecer em qualquer área do corpo, mas surgem geralmente onde há dobras, como é o caso das axilas, da virilha e dos pés.

Não andar descalço ajuda a evitar micose


Existem várias maneiras de prevenir as micoses, mas como há mais de um tipo de infecção, as formas são diferentes. As micoses causadas por fungos dermatófitos e que recebem o nome de dermatofitoses são transmitidas pelo contato direto da pele com áreas contaminadas. Evitar brincar com animais de estimação infectados e não compartilhar alicates de unhas, lixas e outros materiais potencialmente contaminados são medidas importantes.

Já a pitiríase versicolor e a candidíase são causadas por fungos já encontrados na pele humana e que se desenvolvem apenas em algumas situações, como baixa imunidade do indivíduo e excesso de umidade. “Usar sempre sandálias em pisos úmidos ou arenosos, não compartilhar toalhas, roupas e sapatos, se enxugar bem depois do banho e evitar ficar longos períodos com roupas molhadas e sapatos fechados são as principais formas de prevenção dessas micoses”, afirma a dermatologista Bianca Venturini.

Piscinas podem transmitir micose


Os cuidados devem ser sempre redobrados em locais públicos. É o caso de piscinas, saunas e praias, em que a combinação de umidade e grandes aglomerações torna mais fáceis a proliferação e a transmissão dos fungos causadores de micoses. Nesses espaços, não ande descalço e, ao se sentar na areia ou em cadeiras ou espreguiçadeiras, coloque uma toalha ou canga.

Quem não se cuidou, deve procurar um dermatologista para tratar o problema. “As micoses superficiais e cutâneas são tratadas com medicamentos antifúngicos, que podem ser de uso local ou de uso oral, dependendo da gravidade e extensão do quadro”, explica Bianca. Para se livrar dos fungos com eficácia, a especialista recomenda seguir o tratamento até o fim e jamais se automedicar.

Dra. Bianca Venturini é dermatologista, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pós-graduada pela Unirio. CRM-RJ: 52778249

Foto: Shutterstock

TAGS
micose
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Como fazer para evitar a micose? Isso é possível?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.

x

Parabéns

Em breve sua revista chegará em sua casa

Percebemos que você gostou do nosso conteúdo. Quer receber nossa revista em casa?

Preencha o formulário com seus dados que enviaremos para você!

* IMPORTANTE: Isso não é uma assinatura. Você receberá apenas esta edição da Revista CUIDADOS PELA VIDA.