Professora consegue reduzir o peso com medicamentos e mudanças nos hábitos


  • +A
  • -A

O sobrepeso é uma incômoda realidade para muitas pessoas, que costumam encontrar bastante dificuldade para conseguir emagrecer. Apesar da fórmula para a perda de peso ser, em teoria, simples (dieta balanceada e exercícios físicos), a prática é bem mais complicada. Por isso existem tratamentos com medicamentos específicos que auxiliam nesse processo.

 

Ganho de peso e busca por ajuda profissional

 


A professora Gisele G. R. D., 45, residente de Mendes, RJ, é adepta desse tipo de tratamento com emagrecedores. Ela sempre teve uma vida sedentária e não conseguia cuidar devidamente da alimentação. Com o tempo, veio o ganho de peso e, em seguida, a insatisfação. “
Durante minha primeira gestação, engordei 12 kg e consegui voltar ao meu peso anterior em pouco tempo. Já na segunda, engordei 16 kg, perdi um pouco, mas depois fui ganhando peso gradativamente”, afirma.

Foi aí que ela decidiu buscar ajuda profissional para melhorar a qualidade de vida e se sentir melhor consigo mesma. “Ao iniciar o tratamento junto com as orientações de minha médica, pude alcançar um resultado muito bom na busca pela perda de peso”, avalia Gisele. “Além do medicamento, ela me indicou um planejamento com exercícios e reeducação alimentar, que estou conseguindo seguir”.

De acordo com a nutricionista Renata Fetter, a força de vontade e paciência do indivíduo são extremamente importantes no processo de emagrecimento, mas não garantem necessariamente o resultado esperado. Foi exatamente isso que Gisele percebeu com sua experiência. “Manter os hábitos saudáveis da alimentação, fazer atividade física, dormir bem e controlar ao máximo o estresse diário são alguns pilares para o sucesso do tratamento”, afirma a especialista.

 

Sucesso do tratamento e boa relação com a médica

 


Gisele conta que o sobrepeso nunca a impediu de fazer algo, mas que certamente houve mudança em sua rotina no que diz respeito à disposição para realizar atividades diárias. Ela diz ainda que não sentiu nenhuma reação diferente ao iniciar o tratamento e que o mesmo, iniciado há cerca de 8 meses, vem sendo bastante tranquilo. “Estou gostando do tratamento e dos resultados alcançados e indicaria esse caminho às pessoas que tiverem o mesmo problema que eu”. De acordo com Gisele, a boa relação com a médica foi muito importante para o sucesso do tratamento. “Ela me explicou tudo sobre o medicamento e seu funcionamento no organismo. Confio plenamente no que ela faz”, conclui.

 

Dra. Renata Fetter é nutricionista, mestre em Nutrição, Alimentação e Saúde pela Uerj, pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional e atende no Rio de Janeiro. CRN: 10100271 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
atividade-fisica
dieta
emagrecer
obesidade

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Professora consegue reduzir o peso com medicamentos e mudanças nos hábitos"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.