A pressão alta pode ser secundária, ou seja, causada por outra doença?


  • +A
  • -A

A hipertensão é uma doença crônica que aumenta a pressão arterial e atrapalha o funcionamento do sistema cardiovascular, causando consequências em todo o corpo. Em alguns casos, seu surgimento é causado por outro problema de saúde. “Estima-se que até 10% das pessoas com pressão alta possuem outra doença que está causando a elevação dos níveis pressóricos”, afirma o cardiologista Francisco Flavio Costa Filho.

 

Quais doenças podem causar hipertensão?

 

Segundo o especialista, esse tipo de hipertensão é chamado de hipertensão arterial sistêmica secundária. As causas mais comuns são insuficiência renal crônica, obstrução de artérias renais, hiperaldosteronismo primário e síndrome da apneia obstrutiva do sono. No entanto, é importante investigar outros problemas mais raros, como coarctação da aorta e doenças da tireoide, além do uso de medicamentos, como quimioterápicos e anticoncepcionais orais.

Para diferenciar do tipo mais comum, a hipertensão primária, o médico avalia queixas clínicas do paciente e dados do histórico familiar, além de solicitar exames. Exames laboratoriais que apresentarem níveis baixos de potássio ou creatinina alterada podem indicar um caso de hipertensão secundária. Jovens com menos de 30 anos e pessoas de qualquer idade que já utilizaram, sem sucesso, pelo menos três medicamentos anti-hipertensivos também são suspeitos desse quadro.

 

Como funciona o tratamento da hipertensão secundária

 


De acordo com o profissional, é importante diagnosticar as causas secundárias da hipertensão porque existe a necessidade de tratamento específico, abordando diretamente a doença responsável pelo aumento da pressão arterial. “Doenças específicas podem exigir medicamentos específicos e contraindicar outros, habitualmente prescritos para a população portadora de hipertensão primária”, explica Filho.

“Em alguns casos, como na síndrome de apneia obstrutiva do sono, o tratamento da apneia pode reduzir a dose e o número de medicamentos anti-hipertensivos, facilitando o tratamento”, destaca o médico. Em outros casos, é possível recorrer a procedimentos cirúrgicos, como jovens com obstrução nas artérias renais que podem ter a pressão normalizada depois de realizar uma angioplastia.

 

Dr. Francisco Flavio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

 

Foto: Shutterstock

TAGS
avc
cardiovascular
coracao
infarto
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "A pressão alta pode ser secundária, ou seja, causada por outra doença?"

Daniel Ramos Muniz

Venho sofrendo de transtorno de ansiedade, e venho também sofrendo de hipertensão à 2 anos, sendo que quando estou em casa e vou medir minha pressão as vezes da 10/6 10/7 11/6 9/6 12/8, mas quando vou ao médico sempre estar 12/8. Será que devido ao meu transtorno de ansiedade e síndrome do pânico tem feito todo esse tempo hipertensivo, sem eu ser de fato.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.