Por que a pressão alta não tratada é considerada uma bomba relógio?


  • +A
  • -A

A hipertensão é uma doença crônica caracterizada pelo aumento da pressão arterial, que causa complicações em todo o corpo. Quando não tratado, o problema é considerado uma bomba relógio. “A hipertensão, na maioria das vezes, não dá sintoma algum, mas ao longo dos anos, os níveis de pressão acima de 140×90 mmHg causam lesões em diversos órgãos”, alerta a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto.

Complicações da hipertensão surgem de forma abrupta


As consequências começam ainda no sistema cardiovascular. “A pressão alta pode causar graves lesões às artérias cerebrais, levando a formação de aneurismas e obstruções dos vasos sanguíneos. As artérias do cérebro, dos rins e da retina são especialmente afetadas”, explica a profissional, que complementa dizendo que estes são os órgãos mais atingidos pela doença.

A hipertensão não tratada é a principal causa de acidente vascular cerebral (AVC) e da falência dos rins, além de ser uma das principais causas de infarto do miocárdio e cegueira. Estes problemas são abruptos e podem ocorrer da noite para o dia, ao contrário do dano aos vasos sanguíneos, que acontece continuamente em um longo período.

Medicação é necessária na maioria dos casos de pressão alta


O tratamento da hipertensão deve passar pela adoção de hábitos saudáveis. “Em algumas pessoas, é possível controlar a pressão apenas com mudanças no estilo de vida, como parar de fumar, de tomar bebidas alcoólicas, comer mais frutas, verduras e legumes e menos alimentos de origem animal”, afirma Ana Catarina, que recomenda que o hipertenso faça caminhadas e outras atividades físicas aeróbicas regularmente, além de reduzir o consumo de sal e alimentos industrializados e processados.


No entanto, é importante ressaltar que grande parte dos pacientes precisa tomar medicação específica para manter o controle da pressão, e que o tratamento não deve ser interrompido. Para saber qual o melhor curso de ação, é importante realizar exames regulares com um médico de sua confiança.

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
coracao
dor-no-peito
infarto
pressao-alta
sal

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Por que a pressão alta não tratada é considerada uma bomba relógio?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.