Menos sódio: reduzir o sal da dieta é parte importante da adesão ao tratamento de hipertensão


  • +A
  • -A

Manter uma dieta saudável implica em abdicar de alguns itens em nome da saúde, mesmo que você os ache muito saborosos. O sal é um ótimo exemplo disso. Apesar de ser um tempero muito usado para deixar vários pratos mais apetitosos, seu consumo em excesso contribui para o desenvolvimento de uma série de doenças, como a hipertensão.

Reduzindo o sal da alimentação


Para iniciar o processo de retirada do sódio da mesa, você deve cortar da lista de compras tudo o que tiver a substância na composição. “Deve-se escolher no supermercado alimentos mais naturais e menos processados. Todas as conservas e enlatados necessitam de sódio e outros sais para mantê-los conservados. Essa é uma grande fonte de sódio no nosso dia a dia”, explica o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho.

Outros alimentos como refrigerantes, pães e temperos também contém sal e, portanto, devem ser consumidos sem exageros. Uma atitude simples que você pode adotar no seu dia a dia para se ajudar nesse sentido é retirar o saleiro da mesa. Pode parecer bobo, mas é realmente eficiente. Afinal, ter o saleiro ao alcance das mãos é uma tentação difícil de lidar, não é mesmo?  

Benefícios do consumo consciente de sódio


Apesar do sódio acarretar em riscos para a saúde, seu consumo não deve ser completamente reduzido. Ingerir sal em quantidades adequadas é importante para o bom funcionamento do organismo. “O sal de cozinha tem inúmeros outros sais, além do cloreto de sódio, que são essenciais para o nosso dia a dia. Estudos mostram que populações saudáveis com baixíssima ingesta de sal adoecem tanto quanto aquelas com ingesta de elevados níveis de sal”.

Portanto, você deve procurar sempre o ponto de equilíbrio no consumo de sal. Estima-se que o ideal estaria entre 3 a 6 gramas por dia (somando todo o consumo, incluindo o sódio que já está inserido em alimentos processados). “É importante ter atenção na interpretação, pois em casos de pessoas com determinadas doenças, como insuficiência cardíaca descompensada e insuficiência renal, as restrições ao consumo diário de sal são maiores”.

Dr. Francisco Flávio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Menos sódio: reduzir o sal da dieta é parte importante da adesão ao tratamento de hipertensão"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.

x

Parabéns

Em breve sua revista chegará em sua casa

Percebemos que você gostou do nosso conteúdo. Quer receber nossa revista em casa?

Preencha o formulário com seus dados que enviaremos para você!

* IMPORTANTE: Isso não é uma assinatura. Você receberá apenas esta edição da Revista CUIDADOS PELA VIDA.