De que forma a hipertensão descontrolada pode afetar o cérebro?


  • +A
  • -A

De acordo com dados do Ministério da Saúde, mais de 30 milhões de brasileiros sofrem de hipertensão. A doença é caracterizada pelo aumento da pressão sanguínea nas artérias, o que exige um esforço enorme do coração e provoca uma série de complicações em todo o organismo. Os rins, os olhos, o coração e o cérebro são os órgãos mais atingidos pelo problema.

As complicações da hipertensão no cérebro


“A hipertensão é a maior responsável pela incidência de mortalidades cardiovasculares, como o temido acidente vascular cerebral (AVC)”, afirma o cardiologista Benjamin Farbiarz Segal. O médico explica que as crises hipertensivas podem desencadear sintomas como turvação visual, cefaleia, labirintite e alterações na memória.

Existem dois tipos de AVCs e ambos podem ser causados pelo aumento da pressão arterial. Um é conhecido como hemorrágico e ocorre em razão do rompimento de um vaso sanguíneo no cérebro. O outro é o isquêmico e é causado pelo entupimento de um vaso que leva sangue até o órgão. Quando não é fatal, o AVC pode provocar paralisia e dificuldades relacionadas à fala e à memória.

Prevenção e tratamento da hipertensão


A prevenção à hipertensão é de fundamental importância para evitar complicações. “Em 90% dos casos, a hipertensão arterial é silenciosa. Por isso, quando se sente algo já temos diversas alterações nos órgãos alvo, como cérebro e coração”, alerta o médico. Pacientes com histórico da doença na família e com estilo de vida sedentário devem se consultar regularmente para fazer o monitoramento da pressão arterial.

Para Benjamin, o profissional deve avaliar todos os aspectos da vida do paciente que sejam capazes de ocasionar o problema e de interferir no tratamento. O combate à hipertensão passa pelo tratamento de comorbidades derivadas ou não da hipertensão, pela utilização de medicamentos anti-hipertensivos, pela prática de exercícios físicos aeróbios e de resistência e por uma alimentação rica em água, fibras, verduras, legumes e com baixo teor de gordura.

Dr. Benjamin Farbiarz Segal é cardiologista formado pelo  Instituto Israelita Albert Einstein e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 52.80252-2 – http://benjaminsegal.com.br/

TAGS
avc
cardiovascular
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "De que forma a hipertensão descontrolada pode afetar o cérebro?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.