Bancário mantém sua qualidade de vida com tratamento para a hipertensão


  • +A
  • -A

A hipertensão arterial é um mal que deve ser tratado em diferentes frentes, ou seja, não apenas com hábitos mais saudáveis (o que implica em algumas restrições alimentares e prática de atividade física), mas também com uso regular da medicação. Essas medidas são fundamentais para regular a pressão arterial e mantê-la no padrão considerado estável (12/8).

 

Importância da continuidade no tratamento

 


O bancário Mário G., 53 anos, morador de Osasco, São Paulo, segue o tratamento com medicamentos, tanto para controlar a hipertensão quanto para reduzir os níveis de colesterol. Segundo ele, a doença não o impediu de realizar suas atividades normais do dia a dia e a utilização da medicação não provocou nenhum tipo de mudança em sua rotina.

Mário segue o tratamento continuamente há aproximadamente cinco anos, sendo que antes disso nunca havia se tratado com outro profissional. Ele diz que a experiência é válida, apesar de achar incômodo ter que tomar os remédios todos os dias. “Sim, apesar disso eu recomendo este tratamento”.

O quadro de Mário não é incomum. A hipertensão é uma doença silenciosa, ou seja, se desenvolve sem muitos sintomas. Quando estes aparecem, o quadro já está grave e os danos podem ser grandes. Além disso, o tratamento é crônico, mas é fundamental que o paciente não deixe de tomar a medicação, pois a doença pode voltar com força total.

 

Boa relação com o médico e práticas saudáveis são importantes no tratamento

 


Sua relação com o médico que o acompanha atualmente é considerada boa, o que, em geral, é essencial para o sucesso de qualquer tratamento médico. “O profissional que me atende prescreveu o remédio com base em exames, está sempre acompanhando a evolução e mantendo o tratamento, então não tenho o que reclamar dele”, avalia.

O bancário relata que está seguindo práticas mais saudáveis, conforme orientado pelo médico, retornando às atividades físicas, controle de peso e reeducação alimentar. “Praticar atividades físicas, como caminhadas, natação e dança, deixar de fumar, reduzir o consumo de sal na alimentação e aumentar o consumo de água e fibras, são as medidas mais benéficas para quem enfrenta a hipertensão”, explica a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto.

 

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é médica formada pela Universidade Federal do Rio Grande com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – Site oficial

Foto: Shutterstock

TAGS
coracao
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Bancário mantém sua qualidade de vida com tratamento para a hipertensão"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.