É possível transmitir o herpes mesmo sem a presença de feridas?


  • +A
  • -A

Feridas na pele de fundo avermelhado com vesículas agrupadas sobrepostas e que depois se rompem são os principais sintomas do herpes. “O herpes simples é uma dermatovirose crônica. Pode se apresentar na região genital, causada principalmente pela cepa HSV-2 , ou extragenital, sendo a boca o local mais comum, causada pelo HSV-1”, afirma a dermatologista Gabriela Itimura. Mas é possível transmitir a doença sem a manifestação desses sintomas?

 

Herpes provoca feridas, dor e ardência na pele

 


Segundo a especialista, no período de ausência de lesões, o vírus está latente no tecido nervoso e não é transmitido. No entanto, além das feridas, o herpes provoca outros sintomas, menos detectáveis. “Há ardência e dor local. É nessa fase que ele é contagioso e pode ser confundido com candidíase, herpes zoster e pênfigo”, alerta a médica.  

Na primeira vez que surgem, os sintomas são mais intensos e o paciente pode apresentar até mesmo febre. O contato com o HSV-1 pode se dar logo na infância, enquanto a transmissão do HSV-2, por ser uma doença sexualmente transmissível, acontece geralmente a partir da adolescência, com o início da vida sexual.

 

Medicações antivirais combatem o vírus do herpes

 


Em alguns casos leves, as lesões tendem a desaparecer sozinhas, mas em outros, mais graves ou com episódios de crise mais demorados, é necessário intervir. Entre as opções de tratamento estão o uso de medicações antivirais, suplementação de lisina e produtos de uso tópico para diminuir o incômodo provocado pelas lesões.

É preciso se cuidar, no geral, já que a infecção é crônica e o vírus pode voltar a provocar sintomas no mesmo paciente. Por outro lado, Gabriela traz uma boa notícia: “Vacinas estão em fase avançada de estudo, sendo uma perspectiva para as pessoas que sofrem com as lesões recidivantes”, afirma a médica. Por enquanto, evitar estresse, exposição exagerada ao sol e baixa imunidade, além de uma dieta rica em lisina, são algumas das formas de evitar que os sintomas reapareçam.

 

 

Dra. Gabriela Itimura é dermatologista, formada pela Universidade Estadual de Londrina e é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. CRM-PR: 30730 – www.gabrielaitimura.com.br

 

Foto: Shutterstock

TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

4 comentários para "É possível transmitir o herpes mesmo sem a presença de feridas?"

Vania

É possivel ser transmitido o virus no sexo oral mesmo sem as infeçoes presentes?

Cuidados Pela Vida

Olá Vania, os vírus da herpes podem, sim, passar de uma parte do corpo para outra. As mucosas orais e genitais são as mais sensíveis a doença.

Ariel

No período latente do vírus se a pessoa transar sem camisinha ( tipo uma rapidinha ) ela pode transmitir ao parceiro? ??

Luana

Olá, tenho herpes genital e meu parceiro nunca se quer teve um surto…posso ter pegado de outra maneira.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.