É seguro fazer sexo com crise do herpes genital, desde que seja usada camisinha?


  • +A
  • -A

O vírus do herpes pode se manifestar no corpo humano de algumas formas. A labial – com feridas em volta ou nos lábios – é a mais comum, mas existe também a genital, que se classifica como uma DST (doenças sexualmente transmissível). Enquanto o herpes labial é causado pelo vírus tipo 1, o herpes genital é causado pelo tipo 2.

Como é o contágio do herpes?

 

O contágio do herpes acontece principalmente durante o ato sexual sem o uso de preservativos. “Assim como na labial, é possível se contaminar quando existe o contato entre mucosas na fase ativa da doença ou com a presença de feridas. Durante as relações sexuais orais também pode acontecer”, explica a ginecologista Úrsula Scolari. Entretanto, em muitos casos é comum a herpes genital não apresentar sintomas na pessoa infectada, por isso, mesmo que ela não tenha mais os sinais de lesões presentes (com a doença no estado latente) também pode também contaminar outras pessoas. “Por isso a importância do uso do preservativo durante as relações”, acrescenta a ginecologista.

Os sintomas do herpes genital aparecem como coceira e irritação na região genital, bolhas de tom esbranquiçado e pequenas feridas na área que podem causar dor ao urinar.

Nos homens, o herpes genital surge principalmente no pênis, podendo chegar a bolsa escrotal e ânus. Nas mulheres, é comum que a herpes apresente bolhas na região próximo ao púbis, clitóris e outras partes da vulva.

Sexo e herpes

 

Como a função do preservativo é ajudar a proteger de doenças sexualmente transmissíveis, não existe problema em ter relações sexuais caso os parceiros não apresentem feridas na região. “Mas, se existirem bolhas ou feridas, é melhor não ter relações naquele período porque pode haver contato externo onde a camisinha não protege. Se o herpes for apenas labial, não existe problema, evitando apenas beijos e sexo oral”, aconselha Úrsula.

Tratamento do herpes

 

O herpes é uma doença viral incurável, mas é possível minimizar as erupções. A lisina, um aminoácido presente em diversos alimentos do dia a dia do brasileiro, é uma poderosa aliada no tratamento. Além de ser encontrada em carnes, soja, feijão, ovos e lentilha, a lisina também pode ser suplementada por meio de comprimidos ou cápsulas. Converse com seu médico, para que ele recomende o melhor caminho para o seu tratamento.

Dra. Úrsula Maria E. B. Scolari é ginecologista obstetra com consultório em Campinas. CRM 76540.

TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

3 comentários para "É seguro fazer sexo com crise do herpes genital, desde que seja usada camisinha?"

Larisa

Meu exame de igG 2.1 e IgM não reagente isso que disser que estou com herpes simples

anomeno

Eu tenho herpes genital mas faço tratamentos não está em crise posso fazer sex sem camisinha

Anderson

Tenho herpes genital si não tiver bolinha posso tranza sem camisinha

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.