Herpes: é possível ser portador do vírus, mas nunca manifestar as feridas?


  • +A
  • -A

O herpes é uma infecção causada pelo vírus herpes simples e provoca o surgimento de feridas e vesículas, principalmente na região da boca e órgãos genitais. Na primeira crise, os sintomas costumam ser mais fortes e o paciente pode até mesmo ter febre. Mesmo com tratamento, o vírus pode ser reativado no portador, seja por cansaço, alterações imunológicas ou exposição exagerada ao sol.

 

Mais da metade da população mundial tem o vírus do herpes

 


Um fato curioso sobre o herpes é que, segundo a dermatologista Gabriella Albuquerque, é possível ser portador do vírus, mesmo sem nunca ter manifestado qualquer sintoma da doença. Casos assim são mais frequentes do que a maioria das pessoas imagina. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 67% da população mundial com menos de 50 anos é portadora do vírus.

Mesmo quem está no começo da primeira crise pode não saber que tem o vírus no próprio organismo e transmiti-lo. “Normalmente, o vírus do herpes é precedido por uma sensação de coceira e de formigamento na região em que as vesículas irão aparecer. Sendo assim, o indivíduo pode transmitir este vírus durante este período sem saber que é um portador”, explica a médica.  

 

É possível impedir a transmissão do herpes?

 


Estas particularidades dos casos de herpes destacam a importância dos cuidados preventivos, que devem ser adotados por todos para impedir a transmissão da doença. Pessoas que estão sentindo os primeiros sintomas da infecção devem evitar compartilhar objetos pessoais (especialmente talheres, batom e outros itens que entram em contato com a boca) com outros. Os cuidados também são necessários nos casos do
herpes genital, nos quais o uso de preservativos é importante para impedir a transmissão da doença. Nos períodos de crise, no entanto, a recomendação é evitar o contato sexual, já que a doença pode ser transmitida pelo contato em áreas não protegidas pelo preservativo.

Gabriella faz ainda outras recomendações, válidas para todos: “Nunca use batons de outra pessoa porque, apesar de as lesões não estarem aparentes, a pessoa pode estar numa fase pré-clínica e transmitir o vírus. Evite compartilhar copos e evite beijar na boca de outra pessoa quando ela apresentar alguma ferida em seus lábios”, completa a dermatologista.

 

Dra. Gabriella Albuquerque é dermatologista formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua no Rio de Janeiro. CRM-RJ: 71503-4 – Site oficial

 

Foto: Shutterstock

TAGS
herpes
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

6 comentários para "Herpes: é possível ser portador do vírus, mas nunca manifestar as feridas?"

Belquiz

Tenho tido crises mais seguidamente. Psso tomar o aciclovir (penvir) sempre que aparecem as crises, independente do tempo. ex. dois meses seguidos. Grata.

Cuidados Pela Vida

Olá Belquiz, o ideal é que você procure um tratamento mais eficaz, pois o medicamente pode ir perdendo o seu efeito ao longo do tempo devido ao uso e aos vírus que vão se tornando mais resistentes a mesma medicação.

Heric

Oi eu gostaria de saber se tem contágio se a pessoa que estava com a ferida já tinha cicatrizado ela, pois fui em uma festa e bebi da mesma água de uma pessoa que a uma semana estava com herpes, qual o procedimento a fazer agora ?

Cuidados Pela Vida

Oi Heric, como afirma a infectologista Dra. Keilla Mara de Freitas “o vírus é transmitido apenas por contato direto ou indireto com lesões ativas”.

Rosana

Olá!! Faz 5 dias q apareceram as primeiras lesões no meu marido, não teve febre nem mal estar, apenas apareceram as manchas vermelhas com o centro meio amarelo, como espinhas. Sempre tivemos muita confiança um com o outro é até porque estamos tentando engravidar. Ele disse que não teve relação fora do casamento, tivemos uma conversa mto acalorada, pois para mim é muito difícil de acreditar, já que a doença é transmitida por via sexual. Em mim não apareceram nenhuma lesão. Por favor, me ajudem!

Cuidados Pela Vida

Oi Rosana, o herpes é uma infecção causada pelo vírus herpes simples, que provoca coceira e formigamento na boca, nos lábios e até na gengiva nos primeiros estágios e, posteriormente, bolhas e feridas. Como afirma a infectologista Keilla Mara de Freitas: “O vírus é transmitido apenas por contato direto ou indireto com lesões ativas ou por via sexual mesmo com lesões não ativas, ou ainda de mãe para filho na gestação“. O contato indireto por meio do compartilhamento de objetos de uso comum, como talheres, copos e outros utensílios de cozinha sem lavar, também é uma forma de contágio, desde que o objeto tenha encostado nas lesões.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.