Esquizofrenia: Quanto tempo costuma durar o surto de um paciente?


  • +A
  • -A

Um paciente com esquizofrenia possui dificuldade em distinguir o que é real do que não é e por vezes isso pode se intensificar a ponto de ocorrerem surtos. A duração destes costuma variar de acordo com diversos fatores, podendo ser de dias, semanas, meses ou até mais longos. Nos casos mais graves, o paciente acaba permanecendo em crise.

“Isso é variável, depende do indivíduo, do tipo de esquizofrenia, da existência de comorbidade com outros transtornos, como uso de álcool e outras drogas, e se é um primeiro surto ou mais um episódio de uma série de surtos recorrentes. Quando o paciente não possui adesão adequada ao tratamento, os surtos são mais frequentes, mais intensos e duradouros”, avalia o psiquiatra Miguel Angelo Boarati.

Importância do tratamento para esquizofrenia para evitar os surtos


O médico afirma que estressores ambientais, como o luto por perdas de pessoas próximas, também podem provocar novos surtos. Segundo ele, a chave para lidar com o problema é investir no tratamento com medicação pois isso irá prevenir novas crises, diminuir o risco de agravamento da doença ao longo da vida e melhorar o prognóstico.

No entanto, mesmo os pacientes que seguem à risca o tratamento correto podem apresentar recaídas. Isso ocorre porque alguns quadros evoluem de forma mais negativa, assim como em outras doenças (câncer, diabetes, pressão alta), o que pode descompensar mesmo que o paciente esteja fazendo o tratamento corretamente. “Mas certamente as recaídas serão menos intensas e frequentes”.

Paciente com esquizofrenia precisa ser avaliado por um especialista após um surto


Quando os surtos de esquizofrenia acontecem, o procedimento recomendado pelo Dr. Miguel é levar o paciente rapidamente para ser avaliado pelo médico. “Assim será possível verificar a gravidade do quadro, assim como os fatores envolvidos no desenvolvimento daquela crise, e realizar ajustes necessários, como o aumento de dose da medicação, associações de medicações ou trocas”.

Dr. Miguel Angelo Boarati é psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP e atende em São Paulo. CRM-SP: 85105

Foto: Shutterstock

TAGS
esquizofrenia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Esquizofrenia: Quanto tempo costuma durar o surto de um paciente?"

Luís Flávio

É comum a família desconhecer ou não aceitar o diagnóstico e o “paciente” passa vida inteira atormentado à todos ao seu redor!…

Cuidados Pela Vida

Olá Luís, quem tem um amigo ou familiar esquizofrênico sabe que a doença não é um simples problema mental, o distúrbio requer tratamento e apoio familiar. A família tem papel importante por incentivar a adoção das medidas e na vigilância do uso de medicamentos indicados, pois muitos interrompem o uso por acreditarem que estão saudáveis, mas acabam piorando a doença. Como opção de tratamento há a psicoeducação; trata-se da educação de familiares, pacientes e conhecidos sobre o processo de adoecimento, diagnóstico e tratamento; ele é importante pois ajuda a família e paciente a entender e saber lidar com a doença. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.