Quem tem esquizofrenia pode ter dificuldade para namorar?


  • +A
  • -A

Em geral, relações amorosas costumam ser complicadas pelo simples fato de envolverem pessoas diferentes, com pensamentos e gostos muitas vezes conflitantes. Quando em um vínculo afetivo deste tipo está envolvido um elemento como a esquizofrenia, a tendência é que a complicação seja ainda maior. Afinal, o transtorno distorce o julgamento do paciente sobre o que é real.

“A esquizofrenia é um transtorno grave cujos sintomas dificultam todos os tipos de relacionamento interpessoal, incluindo relações amorosas. Isto pode acontecer tanto pelos sintomas chamados positivos (delírios, alucinações, desorganização do comportamento) quanto por aqueles chamados negativos (embotamento afetivo, apatia, falta de vontade de fazer as coisas, pobreza de discurso)”, explica a psiquiatra Erika Mendonça.

Dificuldades na associação entre relação amorosa e esquizofrenia


Além de dificultarem um romance envolvendo um esquizofrênico, esses sintomas (especialmente a dificuldade de interação social, que é um sinal clássico do transtorno) fazem com que ele mesmo não tenha interesse e vontade de cultivar esse tipo de laço. Inclusive,
alguns remédios para tratar a esquizofrenia diminuem o desejo sexual tanto em homens quanto em mulheres.

Há ainda outros complicadores, como o risco de aproximações que visam se aproveitar da condição do paciente por interesse e o preconceito com quem possui esquizofrenia. “Vale a pena ressaltar que os portadores de esquizofrenia são frequentemente vítimas de discriminação, pois acredita-se que sejam pessoas violentas, o que não é verdade”.

Tratamento bem feito pode permitir relação amorosa envolvendo esquizofrênico


Mesmo assim, a médica afirma que existe uma pequena possibilidade de uma pessoa com esquizofrenia se envolver em um relacionamento amoroso. Para isso, é preciso que os sintomas sejam amenizados significativamente pelo tratamento. “
O tratamento pode reduzir bastante os sintomas, melhorando o relacionamento interpessoal e possibilitando uma relação amorosa”.

Dra. Erika Mendonça de Morais é psiquiatra formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e atua em São Paulo. CRM-SP: 124933

Foto: Shutterstock

TAGS
esquizofrenia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "Quem tem esquizofrenia pode ter dificuldade para namorar?"

Ivanildes

Meu filho tem todos os sintomas da esquizofrenia,mais também faz uso da maconha,mais bem antes de usar maconha ele já apresentava os sintomas,já ficou internado algumas vezes quando estava em crise depois da alta é encaminhado ao caps mais logo desiste do tratamento que continua em aberto,ele é agressivo comigo quebra as coisas de casa,eu nem conto as vezes que já passei noites em claro devido o problema dele,eu já não sei mais como lidar com essa situação,ele é meu filho único muito triste preciso de ajuda..

Cuidados Pela Vida

Olá Ivanildes, sentimos muito pela situação. Você precisa ser forte e tentar propor o tratamento ao seu filho. Nós temos uma matéria que fala sobre a relação da maconha com a esquizofrenia: http://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/esquizofrenia/por-que-maconha-esquizofrenia

Abraços

Maria aparecida da Silva

Como ajudar ajuda meu filho ele apresenta todos os sintomas de esquisofrenia

Sonaly dos santos pontes

Fui diagnósticada com esquizofrenia paranoide. Faço uso de uni haloper faz um ano, não tenho mais surtos devo parar de me medicar.

faby

tenho uma filha hoje ela esta com 16 anos,dez do 9 anos de idade ela ja demostrava manias e alucinação,meu medo de buscar ajudar foi de saber as resposta,ja deu entrada no caps 3 vezes e depois de muito tempo foi que consegui marcar um psiquiatra pra ela pelo sus ja perdi ate empregos pra cuidar dela, se uma pessoa olhar pra ela pensa que ela não tem nada só percebe quem convivi, to sem saber o que fazer tudo que eu leio sobre esquizofrenia não tenho mais duvida, peço muita foça a DEUS pra que ele mim ajude pra eu cuidar dela.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.