Como identificar os primeiros estágios da esquizofrenia?


  • +A
  • -A

A esquizofrenia é uma doença psiquiátrica bastante complexa e caracterizada pela presença de sintomas psicóticos logo no início de seu desenvolvimento. O diagnóstico precoce previne contra a piora da doença e ajuda a manter a qualidade de vida e a autonomia, já que, em casos graves, alguns pacientes não conseguem trabalhar, se cuidar e nem se relacionar com outras pessoas.

Os principais sintomas da esquizofrenia

 

Os sintomas são divididos em dois grupos. Os chamados sintomas positivos envolvem os delírios, as alucinações e a agitação psicomotora. Os pacientes podem acreditar em fatos ou acontecimentos que não são verdadeiros e também podem pensar que estão sendo perseguidos. Já os negativos são isolamento social, dificuldades de falar, de organizar o pensamento e de expressar emoções e sentimentos.

Segundo o psiquiatra Miguel Angelo Boarati, o comportamento do indivíduo esquizofrênico pode mudar de uma hora para outra ou de maneira vagarosa. O especialista descreve as mudanças: “Os pacientes começam a se isolar, a ficarem quietos ou com olhares vazios. Em outros casos, é possível observar que o eles passam a ter medo e a tomar atitudes estranhas, como se esconder e dizer que querem matá-lo.”

Esquizofrenia é uma doença causada por vários fatores

 

Para identificar um quadro de esquizofrenia, é importante analisar se o paciente apresenta alguns dos fatores de risco da doença, já que ela é multifatorial. “Já se sabe que existem fatores genéticos e também problemas durante a gestação e o parto, como infecções e traumas, que podem agir como fatores causais”, afirma Miguel Angelo.

Passar por um evento de grande estresse e ansiedade não provoca sozinho o surgimento da esquizofrenia, mas sim em conjunto com outros fatores. “Podemos citar o convívio com a violência e abusos, além do uso de substâncias psicoativas, como a maconha, a cocaína e o crack”, alerta Boarati. Caso note mudanças de comportamento em um amigo ou familiar que apresente fatores de risco para a esquizofrenia, converse com pessoas próximas e ajude-o a procurar auxílio médico.

Dr. Miguel Angelo Boarati é psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP e atende em São Paulo. CRM-SP: 85105

TAGS
esquizofrenia
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Como identificar os primeiros estágios da esquizofrenia?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.