Neuropatia diabética: saiba mais sobre essa complicação grave do diabetes


  • +A
  • -A

O diabetes é uma doença preocupante em si, mas ela também pode causar uma série de complicações no organismo, em diversas áreas do corpo, como AVCs, hipertensão, infecções, pé diabético e infarto do miocárdio. Uma das complicações possíveis, mas que não é tão conhecida é a neuropatia diabética.

“A neuropatia diabética é a lesão que a glicose causa aos nervos, principalmente dos membros inferiores, provocada pelo diabetes”, explica a endocrinologista Mariana Guerra. Ela afirma que o problema é mais frequente em pacientes diabéticos, do tipo 1 e do tipo 2, que não tratam a doença de maneira adequada por alguns anos.

O que acontece com os nervos?

A neuropatia diabética pode acometer um ou vários nervos. Eles se tornam incapazes de receber e enviar as informações do cérebro. O paciente geralmente sofre com dormência nos pés e nas mãos, queimação, desequilíbrio, fraqueza muscular, dores de diversas características, pressão baixa e até impotência.

Em casos mais graves, a neuropatia pode provocar até a amputação, como alerta Mariana: “A consequência mais relevante é o número de amputações de membros por neuropatia periférica.” De acordo com a médica, o problema é responsável por mais da metade das amputações que não são provocadas por traumas físicos.

Os cuidados necessários

Para evitar o surgimento da neuropatia, a principal medida é controlar o diabetes, mantendo as taxas glicêmicas dentro das metas estabelecidas para cada paciente. Para quem sente dores, existem medicações que podem ser prescritas por um médico que atenuam sensações que possam incomodar. A endocrinologista ainda diz que o paciente deve ter cuidados especiais com os pés. “O paciente deve usar calçados adequados, evitar o ressecamento da pele, micoses, infecções e cuidar das unhas, diminuindo o risco de amputações”, conclui.

Dra. Mariana Guerra é endocrinologista formada na Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (Emescam) e atua em Vitória (ES). CRM-ES: 7019

TAGS
diabetes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Neuropatia diabética: saiba mais sobre essa complicação grave do diabetes"

Marcelo Henrique Martins Teixeira

Boa Tarde.Por gentileza,tenho diabetes tipo 2 e tenho neuropatia diabética grave que afetam-me o solado dos pés e as mãos.Nos pés muitas vezes sinto dormência,fincadas,dores constantes ao caminhar,sudorese,sensação de queimação e muita ardência e as mãos ficam constantemente ressecadas e dão muita gastura e dificuldades pra pegar as coisas por causa dessa sensibilidade terrível.Faço uso de vários medicamentos,sou hipertenso,tenho depressão,obesidade mórbita,sendo meu IMC= 55,tenho 176 kg.Fiz exames , trato periodicamente e estou iniciando processo pelo SUS para fazer a cirurgia bariátrica,já que meu médico disse-me que tenho que fazer ,se não fizer posso sofrer consequências mais graves .Sofro muito com essa doença e peço auxílio para o que eu possa estar fazendo ou tomando que possa amenizar essa neuropatia,fora os medicamentos que já faço uso.Agradeço a colaboração e gostaria de receber contatos sempre.Até mais,obrigado.Marcelo.

Cuidados Pela Vida

Olá Marcelo, pelo que percebemos pelo seu relato você faz acompanhamento com um médico, que preocupa-se com sua saúde e seu bem estar. Orientamos você a verificar com ele, ou com outro profissional endocrinologista, o que mais pode ser feito para amenizar a neuropatia, além dos medicamentos já em uso, pois somente durante uma avaliação presencial é que tais orientações poderão ser feitas. Abraços fraternais.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.