Quais hábitos podem ajudar a prevenir o desenvolvimento do diabetes tipo 2?


  • +A
  • -A

De acordo com uma pesquisa feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e divulgada em abril de 2016, mais de 16 milhões de brasileiros são diabéticos. Os dados chamam atenção não apenas pelos altos números, mas também pelo aumento de 40% dos casos, registrado pelo Ministério da Saúde, entre 2006 e 2012.

 

A grande maioria dos casos diagnosticados são de diabetes tipo 2. Ao contrário do que ocorre no diabetes tipo 1, no qual o pâncreas não produz o hormônio insulina, nestes casos pode ocorrer tanto uma produção insuficiente de insulina, como também pode haver produção normal, mas com o desenvolvimento de resistência das células do corpo à sua ação. Dessa forma, o açúcar fica acumulado na corrente sanguínea, o que aumenta o índice glicêmico e expõe o corpo a diversos riscos.

O que é importante para prevenção

Alguns cuidados e hábitos ajudam a prevenir o desenvolvimento da doença. “A forma mais efetiva de prevenir o diabetes tipo 2 é manter um peso saudável e praticar exercícios físicos regularmente”, afirma endocrinologista Daniele Zaninelli. Segundo a médica, uma perda de 5 a 10% do peso em que está acima do nível recomendado, já colabora para a proteção do corpo.

A alimentação também é um agente fundamental para a prevenção do diabetes tipo 2. O consumo de açúcares e carboidratos não deve ser cortado da dieta. Entretanto, é recomendado diminuir as quantidades e guardá-los para ocasiões especiais. “A alimentação deve ser equilibrada e o objetivo deve ser a manutenção de um peso saudável. Deve-se tentar incluir mais vegetais e alimentos integrais”, afirma Daniele.

Alguns alimentos ajudam na prevenção

Alimentos como a aveia, a soja e o óleo de oliva, além do consumo de ômega 3, ajudam a controlar as taxas de glicemia do corpo. A profissional cita ainda a preferência por frutas inteiras no lugar de sucos e o consumo de água em vez de bebidas industrializadas.

Certas pessoas devem ficar mais atentas a alguns fatores que propiciam o surgimento da doença. Quem tem mais de 45 anos, é sedentário, possui histórico familiar, excesso de peso, colesterol alto e hipertensão arterial deve realizar exames anualmente a partir dos 30 anos para checar os índices glicêmicos.

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista, formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

TAGS
diabetes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais hábitos podem ajudar a prevenir o desenvolvimento do diabetes tipo 2?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.