Filho com diabetes tipo I? Separamos algumas dicas para evitar riscos e te ajudar!


  • +A
  • -A

O diabetes requer diversas mudanças de hábitos no dia a dia para que as taxas de açúcar no sangue possam ser controladas e, assim, evitar complicações e o comprometimento da saúde do corpo. Para adolescentes e crianças, essas medidas devem ser conhecidas e incentivadas pelos pais, que têm papel importante no tratamento da doença.

Olhos atentos à doença

Os pais devem ficar sempre atentos às taxas de glicemia. O monitoramento precisa ser constante e pode ser feito rapidamente. “Ele deve ser realizado antes das refeições e duas horas depois, permitindo o cálculo das doses necessárias de insulina, hormônio utilizado por todos os pacientes do tipo 1. Hoje, dispomos de monitores modernos, que dispensam as picadas nas pontas dos dedos”, explica a endocrinologista Daniele Zaninelli.

Uma alimentação saudável também contribui para o tratamento do diabetes e deve ser adotada por toda a família para que a criança não se sinta excluída. Além disso, Dra. Daniele também afirma que “é importante que uma rotina de hábitos e horários para as refeições e a aplicação de insulina seja estabelecida”, para deixar a criança mais segura e confiante no controle da doença.

Hipoglicemia e hiperglicemia

Os pais também devem conhecer os sintomas da hipoglicemia, como fraqueza, náusea, dor de cabeça, tremor e sudorese, e da hiperglicemia, como sede e vontade de urinar excessivas, perda de peso e aumento do apetite, que oferecem riscos às crianças e aos adolescentes. Nos casos de hipoglicemia, mais comuns em pacientes do tipo 1, a endocrinologista recomenda o consumo rápido de um suco ou alimento.

É importante ainda prestar atenção às complicações da falta de controle sobre a doença. “Pacientes com diabetes tipo 1 estão mais sujeitos ao desenvolvimento da cetoacidose diabética, proveniente do descontrole da doença e que pode colocar em risco a vida do paciente”, alerta a médica. O problema surge quando há falta extrema de insulina no corpo e se não for tratada pode levar à morte.

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista, formada pela Universidade Federal do Paraná e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

TAGS
diabetes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Filho com diabetes tipo I? Separamos algumas dicas para evitar riscos e te ajudar!"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.