Páscoa: Qual é o tipo de chocolate mais seguro para quem tem diabetes?


  • +A
  • -A

Logo depois do Carnaval, mercados e lojas de departamento são tomados por corredores repletos de chocolates em preparação para a Páscoa. Seja em formato de barras, coelhos ou no clássico ovo, é difícil resistir a tentação de se esbaldar nos diversos tipos de chocolates, mas os portadores de diabetes devem cuidar da alimentação para evitar problemas.

Consumo exagerado de chocolate pode descontrolar diabetes


“No diabetes, existe uma dificuldade do organismo de controlar os níveis de açúcar no sangue, seja por defeitos na produção ou na ação da insulina”, afirma a endocrinologista Daniele Zaninelli. Os ovos de Páscoa são ricos em açúcar, que são carboidratos e levam a um rápido aumento dos níveis glicêmicos, podendo causar o descontrole da doença.

A médica explica que existe a ideia de que produtos diet são seguros para o diabético, mas é preciso lembrar que mesmo os alimentos dietéticos sem adição de açúcar podem conter carboidratos, que interferem nas taxas glicêmicas. Além disso, produtos com redução da quantidade de carboidratos costumam ser mais ricos em gorduras, o que pode contribuir para o ganho de peso e aumento dos níveis de colesterol no sangue.

Quem tem diabetes pode comer chocolate em pequenas quantidades


De acordo com Daniele, crianças e adolescentes com diabetes não devem se privar do consumo de chocolate na Páscoa: “Aqueles que usam insulina devem fazer a correção da dose conforme a contagem de carboidratos. E para evitar exageros, é importante que cada criança seja presenteada com apenas um ovo”. A endocrinologista diz ainda que as versões amargas de chocolate têm maior teor de cacau e, portanto, geram potenciais benefícios à saúde.

Para a especialista, o ideal é que o produto não seja consumido de uma só vez, mas de forma fracionada, preferencialmente como sobremesa, já que outros nutrientes presentes na refeição fazem com que a absorção dos carboidratos seja mais lenta. Aos pais, cabe ainda a missão de ficar atentos aos rótulos durante as compras, especialmente em relação à quantidade de carboidratos.

Dra. Daniele Zaninelli é endocrinologista formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua em Curitiba. CRM-PR: 16876

Foto: Shutterstock

TAGS
diabetes

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Páscoa: Qual é o tipo de chocolate mais seguro para quem tem diabetes?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.