Quais são os diferentes tipos de depressão?


  • +A
  • -A

A depressão é um dos maiores problemas de saúde enfrentados pelo homem no século XXI. Em 2014, 400 milhões de pessoas em todo o mundo eram depressivas. No Brasil, este número chegou a 17 milhões, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde em 2013. O melhor entendimento sobre o distúrbio é fundamental para o tratamento.

Quanto à gravidade

Segundo o psiquiatra Marcelo Calcagno Reinhardt, a depressão pode ser classificada em três tipos, de acordo com sua gravidade. Os casos podem ser leves, moderados ou severos e apresentarem ou não sintomas psicóticos. “As principais diferenças entre os tipos, em termos de gravidade, são o prejuízo funcional, o número e os tipos de sintomas”, aponta o psiquiatra.

Nos casos graves, há forte comprometimento da vida rotineira, com grande desinteresse, perda de apetite, dificuldade de concentração, falta ou excesso de sono, além de sintomas psicóticos e muitos pensamentos ligados à morte e ao suicídio. Já casos leves podem ter melhoras no estado de saúde a partir de acontecimentos positivos.

Além desses, pacientes depressivos também podem apresentar outros sintomas: perda ou ganho excessivo de peso, fadiga recorrente, retardo psicomotor, sentimento de inutilidade ou culpa, além do característico humor depressivo, que pode se manifestar sob a forma de humor irritado em crianças e adolescentes.

Quanto à duração

A depressão também pode ser classificada com base em sua duração. Manifestações agudas da doença, que duram mais que duas semanas, são chamadas de depressão episódica, enquanto os casos com duração de mais dois anos são conhecidos como distimia.

O tratamento para o distúrbio não é igual para todos os indivíduos, como explica Reinhardt: “Um caso com poucos sintomas, sem risco de suicídio nem sintomas psicóticos, poderia ser inicialmente tratado somente com psicoterapia. Um caso grave poderia precisar de um antipsicótico e internação psiquiátrica.”

Marcelo Calcagno Reinhardt é psiquiatra, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS) e atua em Florianópolis. CRM-SC: 10573

TAGS
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Quais são os diferentes tipos de depressão?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.