A DPOC é irreversível? A doença pode ser controlada?


  • +A
  • -A

A doença pulmonar obstrutiva crônica, também conhecida pela sigla DPOC, é um conjunto de problemas de saúde que atingem o sistema respiratório. A bronquite crônica e o enfisema pulmonar são responsáveis por grande parte dos diagnósticos. No início, o surgimento dessas doenças pode não apresentar sintomas, mas tosse, falta de ar, dores no peito, cansaço e lábios azulados estão presentes em casos mais avançados.  

DPOC provoca danos irreversíveis no sistema respiratório


De acordo com o pneumologista Ramiro Sienra, a DPOC é uma doença irreversível e progressiva. O aprisionamento do ar no sistema respiratório provoca danos, como a destruição do tecido que recobre os pulmões e uma crescente dificuldade para esse órgão realizar as trocas gasosas. Esses danos podem ser controlados, mas não revertidos.

O cigarro é uma das maiores causas para o desenvolvimento do problema. “O principal fator de risco é o tabagismo. Outros fatores de risco, mas menos importantes, são morar em casas com fogão à lenha e trabalhar em ambientes com queima de materiais orgânicos”, afirma o especialista. A exposição à fumaça e a outras substâncias tóxicas inflama as estruturas do sistema respiratório e dá início à doença.

Como controlar a DPOC?


Entretanto, apesar da doença ser irreversível, seus sintomas podem ser mantidos sob controle com o tratamento adequado. “O tratamento consiste em uma abordagem multidisciplinar. O médico deve prescrever vacinas, oxigenoterapia suplementar em alguns casos e ainda fazer vigilância em relação à osteoporose e, principalmente, ao câncer de pulmão”, afirma o profissional.

Os broncodilatadores, medicações inalatórias, são uma das formas mais eficazes de tratar a falta de ar, a tosse e as exacerbações da DPOC. Ramiro também explica que psicólogos e psiquiatras podem tratar sintomas de depressão, comorbidade comum nesses pacientes. Já fisioterapeutas auxiliam com manobras respiratórias e reabilitação do sistema musculoesquelético para tratar debilidades musculares.

Dr. Ramiro Sienra é pneumologista, formado pela Faculdade de Medicina da USP e atende em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 139797

Foto: Shutterstock

TAGS
dpoc
respiracao

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

1 comentário para "A DPOC é irreversível? A doença pode ser controlada?"

Neuci Ferreira da Silva

Eu estou com diagnóstico de asma.Uma amiga falou sobre este site quero saber mais e receber um cartão.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.