Vera Lúcia encara problemão na vida pessoal e alivia fortes dores de cabeça


  • +A
  • -A

Só quem já sofreu com enxaqueca sabe como é perturbadora e intensa as dores de cabeça, muitas vezes acompanhadas de um grande mal-estar para estudos e trabalho e que comprometem bastante a qualidade de vida.

Agora imagine sofrer com isso desde os 11 anos de idade? Não é nada fácil, não é mesmo? Esse é o caso de Vera Lúcia L. Dotta, de 67 anos, que, além de conviver com esse desafio diário, ainda teve de encarar um grande problema nos negócios da família nos últimos anos.

Os graves problemas pessoais

 

Em 2005, seu marido faleceu e, devido a isso, Vera Lúcia ganhou uma nova responsabilidade: teve de assumir as rédeas da empresa. Foi o que ela fez até 2013, quando resolveu vender o negócio para uma outra pessoa.

No entanto, a passagem de bastão não foi das melhores e a ex-proprietária viu a empresa quebrar na mão do novo dono, enfrentou problemas com a documentação e colecionou muitas dívidas. “Eu fui processada. Estava ficando louca e não conseguia dormir”, desabafou Vera Lúcia, que precisou ir atrás de soluções para os incômodos diários e que prejudicavam sua saúde.

Traumas pessoais e profissionais podem desencadear episódios de depressão e ansiedade, minando a qualidade do sono e gerando uma série de outros transtornos. “Muitas vezes, as pessoas apresentam cansaço, dores inespecíficas e persistentes que não atribuem à depressão”, explica a psiquiatra Dra. Elaine Aparecida Dacol Henna, que faz um alerta: “Esses sintomas podem acompanhar a depressão, como também podem estar presentes em outros transtornos psiquiátricos”.

Buscando ajuda

 

A aposentada procurou um especialista, no caso, uma neurologista, para iniciar um tratamento. E uma das soluções encontradas pela profissional foi a utilização de medicamento. “O remédio que passei a tomar é eficaz, tomo sempre um comprimido receitado pela Dra. Célia Roeler no início da manhã”, conta.

Desde o princípio do uso da medicamentação, Vera Lúcia não teve mais dores de cabeça ao acordar e hoje, felizmente, consegue dormir tranquilamente à noite.


Dra. Elaine Aparecida Dacol Henna é psiquiatra formada pela Universidade de Mogi das Cruzes e atua em Sorocaba (SP). CRM-SP: 66403

Foto: Shutterstock

TAGS
ansiedade
depressao
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Vera Lúcia encara problemão na vida pessoal e alivia fortes dores de cabeça"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.