Semana do Alzheimer: A importância da conscientização sobre a doença


  • +A
  • -A

As estimativas mais recentes dizem que, somente no Brasil, mais de 1,2 milhão de pessoas têm mal de Alzheimer, de acordo com a Associação Brasileira de Alzheimer. Muitos destes pacientes ainda não tiveram a doença detectada, o que contribui para que o problema continue a progredir de forma acelerada, degenerando a saúde do paciente e prejudicando sua relação com os familiares. A conscientização do problema é, portanto, de extrema importância.

Segundo a geriatra Paula Maria Pereira Zanatta Santiago, em geral, as famílias não estão preparadas para cuidar de um parente com Alzheimer, que começa a se manifestar, em geral, com a perda da memória recente, mas em pouco tempo avança para outras áreas da cognição. “O dia a dia de quem cuida de um paciente portador da doença é muito instável, com períodos de agressividade, repetitividade, teimosia, alucinação, insônia, perambulação e falta de apetite”, explica a médica. Muitas vezes, os próprios cuidadores precisam receber auxílio psicológico.

 

Carinho e respeito são fundamentais para sucesso do tratamento do Alzheimer

 


Para ela, a solução para uma rotina mais leve e que permita que o tratamento siga da forma mais eficaz possível é a informação. “Acredito que buscar informação sobre a doença é o melhor caminho: como são os sintomas, a evolução e o tratamento. Conversar com pessoas na mesma situação também ajuda muito”, afirma a profissional. Paula também diz que é fundamental respeitar os limites físicos do paciente e, acima de tudo, cuidar com amor e respeito.  

A doença torna o paciente, geralmente idoso, muito dependente dos cuidadores, que devem promover mudanças até mesmo dentro do lar para garantir a segurança do paciente com Alzheimer. Instalar adesivos antiderrapantes em escadas e barras de apoio no banheiro, evitar tapetes, iluminar os cômodos adequadamente e comprar sapatos adaptados são algumas medidas necessárias citadas pela geriatra. O fogão também deve estar na mira, já que há risco de esquecer as panelas no fogo e provocar acidentes.

 

Em São Paulo, caminhada celebra união no combate ao mal de Alzheimer

 


Mas, pacientes e cuidadores devem saber que não estão sozinhos na luta contra a doença e a prova é o Memory Walk Brasil. Durante a Semana do Alzheimer, o evento promove, em São Paulo, uma caminhada de familiares e profissionais multidisciplinares e encontros para discutir a doença, ouvir depoimentos e trocar experiências. A programação se estende por toda a manhã do dia 23 de setembro, no Parque Villa-Lobos. Para mais informações, vale conferir o site oficial do evento.

 

Dra. Paula Maria Pereira Zanatta Santiago é geriatra, formada em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista, pós-graduada em Cuidados Paliativos e atende em São Paulo. CRM-SP: 116427

 

Foto: Shutterstock

TAGS
alzheimer
psicologico

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

2 comentários para "Semana do Alzheimer: A importância da conscientização sobre a doença"

Cora beatriz giacomini. Paz

Já tenho cadastro só quero saber se posso comprar outros medicamentos do laboratório. Meu cadastro é. Para o alínea e desejo comprar o quetros. E possível ou tenho que fazer novo cadastro.

Cleide dos santos cruz

Paula estou com esse problema com minha ex sogra hoje msm quase surtei minha paciência é curta meu psicológico já está abalado esses dias ela deixou o gás ligado se eu não chego acontecia uma desgraça Paula me orienta o que fazer bjsssss

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.