Além da exposição solar, quais são as principais causas de manchas na pele?


  • +A
  • -A

A exposição ao sol é uma das causas mais conhecidas das manchas na pele, mas existem diversos outros fatores que colaboram para o surgimento dessas marcas. Esses fatores se associam aos vários tipos de manchas de pele existentes, tais como as melanoses ou manchas senis, sardas, melasma, manchas pós-inflamatórias e queratoses seborreicas.

Causas dos diferentes tipos de manchas na pele e consequências da exposição solar


Quando falamos de melasma, por exemplo, sabemos que predisposição genética e alterações hormonais contribuem no desenvolvimento das manchas. A hiperpigmentação pós-inflamatória, também muito frequente, ocorre após algum processo inflamatório cutâneo, como, por exemplo, um pelo encravado, uma picada de inseto ou uma espinha, que depois que se resolve e pode deixar uma mancha residual”, explica a dermatologista Aline Guimarães.

Além das manchas de pele, a exposição solar também pode resultar em envelhecimento precoce, rugas, câncer de pele, queimaduras, dentre outros. Falando em câncer de pele, vale mencionar o melanoma, um tipo mais agressivo da doença que pode ocorrer em qualquer parte do corpo. Ele se parece com uma pinta, tem crescimento rápido e características específicas.

Manchas de pele perigosas


As manchas que geralmente representam riscos são lesões que apresentam crescimento progressivo, não se resolvem espontaneamente, podem coçar, sangrar, descamar e simular ferida que nunca cicatriza completamente. Na maior parte das vezes estão localizadas em áreas expostas ao sol (face, pescoço, couro cabeludo, colo e mãos).

“Os tipos mais frequente de manchas perigosas são os carcinomas de pele (carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular) e as queratoses actínicas (consideradas lesões pré-neoplásicas). Nesses casos é importante procurar o médico dermatologista para avaliação e tratamento especializado”, alerta a profissional.

Modos de remover manchas de pele


O método para remover manchas na pele a ser utilizado vai depender do tipo da mancha. São usados desde cremes clareadores domésticos até procedimentos como peeling, laser para pigmento (Q-switched) e luz intensa pulsada, que são realizados no consultório. “A técnica utilizada depende do tipo da mancha e é importante passar por avaliação com o médico dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento”.

Dra. Aline Guimarães é dermatologista formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). CRM-SP: 155914

 

Foto: Shutterstock

TAGS
cancer-de-pele
manchas-na-pele
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

7 comentários para "Além da exposição solar, quais são as principais causas de manchas na pele?"

Josiane

Achei muito interessante e importante esse alerta!Eu inclusive,tenho umas mabchas no rosto que estão me incomodando na aparência,e eu inclusive já fui ao médico quando eram pequenas,agora estão maiores vou tentar fazer um tratamento para clarear!

Tania gomes soares

Tenho melasma,estou fazendo tratamento com o acido vitacide pkus mas n to vendo resultado ja tem mais mês gostaria de saber se existe outro tipo de acido?

Neuza itakazu

Tenho manchas no pescoco e no rosto

Vera Lucia Gonçalves Teixeira

Eu tenho manchas no rosto preta

Sonia

Tenho melasma ja fiz vários tipos de tratamento e nada de melhorar, agora estou usando suavicid e um manipulado recomendado pela dermato mas não vi resultados

Cuidados Pela Vida

Olá Anália, toda prescrição deve ser feita após avaliação médica. Recomendamos que você consulte um dermatologista. Abraços.

Cuidados Pela Vida

Oi Sonia, retorne com o dermatologista que prescreveu o produto e relate que não sentiu mudanças, assim ele poderá verificar uma outra forma de tratamento para o seu caso. Abraços.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.