Inverno: o frio pode deixar a pele desidratada e propensa à descamação


  • +A
  • -A

Chega o meio do ano no hemisfério sul e os termômetros já começam a registrar quedas de temperatura. É o inverno dando as caras e sua pele precisa estar preparada para encará-lo. Você sabia que o frio pode deixar a pele desidratada e com tendência à descamação? Saiba abaixo por que isso acontece.

Os sinais do frio na pele

As principais características do inverno, baixas temperaturas e a pouca umidade do ar, causam uma redução na transpiração do corpo, fazendo com que a pele fique seca durante este período. Somado a isso, uma maior frequência de banhos quentes provoca uma remoção da oleosidade natural, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele.

“A pele desidratada fica quebradiça, sem vida, muitas vezes, lembrando escamas de peixe. A descamação ocorre mais no inverno porque o frio deixa a pele menos hidratada, diminuindo a sudorese”, explica o dermatologista Murilo Drummond.

Os cuidados no frio

Para não deixar a pele chegar a estas condições nada agradáveis e saudáveis, é necessário alguns cuidados especiais. Murilo Drummond dá algumas dicas: “Basicamente, devemos usar hidratantes, mas que precisam ser adequados a cada tipo de pele, pois algumas sofrem menos, já possuem alguma hidratação e loções mais leves podem ser suficientes. Dar preferência a banhos rápidos e com o mínimo possível de sabonete para preservar o que chamamos de manto lipídico que protege a pele e a mantém naturalmente hidratada.”

Abrindo as portas para o inimigo

Permitir que a pele chegue a este estado ressecado e fique descamando faz com que agentes externos consigam invadir nosso organismo, ou seja, ficamos vulneráveis, propensos a ficar doentes: “Abre-se uma porta para o meio externo. O mais comum são as infecções bacterianas da pele como o impetigo, já bem conhecido das mães. Antibióticos orais podem ser necessários nesses casos”, alerta o dermatologista.

Dr. Murilo Drummond é dermatologista, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professor titular do Instituto de Pós-Graduação Carlos Chagas, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), além de membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD).

TAGS
pele

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "Inverno: o frio pode deixar a pele desidratada e propensa à descamação"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.