Hipertensão: pode voltar a tomar remédio após interrupção do tratamento?


  • +A
  • -A

A hipertensão é uma doença crônica cujo tratamento é primordial para garantir uma boa qualidade de vida ao paciente. Ele deve seguir as medidas indicadas pelo médico para controlar a doença, mas se por algum motivo o tratamento da pressão alta for interrompido, o paciente pode voltar a utilizar os medicamentos, desde que respeite algumas condições.

Dosagem da medicação para pressão alta poderá ser revista


“Além de retomar o uso da medicação conforme receita prévia, é importante retornar às consultas, visto que pode ser que aquela receita com dosagem antiga não sirva mais”, afirma o cardiologista Francisco Flávio Costa Filho. O maior risco, segundo o médico, é parar de utilizar a medicação sem orientação médica. Se os medicamentos eram tolerados pelo corpo, não há risco de voltar ao tratamento.

Como a doença, na maioria dos casos, não provoca sintomas, alguns pacientes acabam optando por parar o tratamento. No entanto, esta interrupção pode custar caro. “Um paciente que vinha com a pressão controlada sob efeito de medicamentos, quando abandona o tratamento, pode ter a pressão elevada abruptamente, o que é chamado de efeito rebote”, alerta Filho.

Sem tratamento, hipertensão pode provocar cegueira, mesmo sem sintomas


Os problemas não param por aí: “Ao longo dos anos, níveis de pressão acima de 140×90 mmHg causam lesões nos órgãos. As artérias do cérebro, dos rins e da retina são especialmente afetadas pela pressão alta, podendo levar a derrame cerebral, insuficiência renal e cegueira”, explica a cardiologista Ana Catarina de Medeiros Periotto. Apesar dos efeitos ocorrerem ao longo dos anos, estas complicações podem surgir subitamente.

A melhor forma de prevenir as complicações da hipertensão não tratada, que pode ser considerada uma bomba relógio, é seguir as medidas prescritas pelo médico. Caso o paciente esteja se sentindo desconfortável com o tratamento, é essencial conversar com um profissional para que possa ser orientado adequadamente sobre outras possibilidades antes de tomar qualquer decisão por conta própria.

Dr. Francisco Flávio Costa Filho é cardiologista formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e atua em São José dos Campos (SP). CRM-SP: 141903

Dra. Ana Catarina de Medeiros Periotto é cardiologista, formada em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande e com residência em Cardiologia pelo Hospital Federal dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. CRM-SP: 141696 – www.anacatarinacardio.com.br

Foto: Shutterstock

TAGS
cardiovascular
pressao-alta

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

5 comentários para "Hipertensão: pode voltar a tomar remédio após interrupção do tratamento?"

Neuza Maria Freitas boim

Minha pressão costuma aumentar em alguns casos.Principalmente quando estou anciosa e preocupada Isto procede?

Cuidados Pela Vida

Olá Neuza. É normal quando nossos batimentos cardíacos variam de acordo com nossas emoções, quando estamos eufóricos, ansiosos, com medo ou até mesmo quando estamos muito felizes. Abraços

Denise Geraldo

Tomo 7 comprimido de manhã todos os dias isso pode prejudicar o meu figado corro o risco de ter uma cirrose?

Luciana Mestre

Bom diaGostaria de saber quem é hipertenso e usa medicação para controlar a pressão pode usar omega 3?

Cuidados Pela Vida

Oi Luciana, há fortes evidências de que o ômega-3 seja responsável pela diminuição da pressão sanguínea. O efeito é pequeno, mas para quem tem pressão alta comer peixe pode ajudar, junto com medicamentos e outras mudanças na dieta, é claro. Uma estratégia é substituir carne vermelha por peixe nas refeições, mas é melhor evitar as versões mais salgadas.

Deixe seu comentário

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.