A vitamina E pode ajudar a prevenir o Mal de Parkinson?


  • +A
  • -A

O Mal de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central irreversível que afeta mais de 50% da população mundial (especialmente pessoas acima dos 65 anos de idade). Dentre seus sintomas, destacam-se os tremores nas mãos, mas a coordenação motora de todo o corpo pode ser comprometida. Apesar de não ter cura, o problema pode ser prevenido de algumas formas, o que inclui o consumo de vitamina E.

Capacidade de proteção celular da vitamina E auxilia no combate ao Mal de Parkinson


“Ainda não se sabe todas as causas do Parkinson, mas a principal delas é a
degeneração de uma substância no cérebro chamada de substância negra, a qual produz dopamina, neurotransmissor responsável por mandar comandos para o corpo, tais como os de controle dos movimentos e memória”, explica a nutricionista Ana Paula moura.

Como a vitamina E é um potente antioxidante, possui a capacidade de proteger as células de elementos nocivos diversos. Portanto, consumir vitamina E garante a proteção das células cerebrais que produzem a dopamina, bem como de seus efeitos importantes para o controle dos movimentos e memória. “O poder antioxidante da vitamina E impede os radicais livres e as gorduras trans de se ligarem a células sadias e adoece-las”.

Outros benefícios da vitamina E


Segundo a especialista, a vitamina E pode prevenir o Mal de Parkinson, porém dentro de uma alimentação equilibrada em todas as outras vitaminas e minerais. A nutricionista lembra também que o motivo da substância negra se degenerar ainda é indefinido, mas há estudos mostrando que alguns fatores podem colaborar para esta situação, tais como exposição a agrotóxicos e uso abusivo do álcool.

Além de ajudar a prevenir doenças como o Mal de Parkinson, a vitamina E possui ainda diversos outros benefícios. “Alguns exemplos são a proteção da função cardíaca; melhora da aparência da pele, estimulando a produção de colágeno; prevenção da degeneração macular dos olhos e de outras doenças degenerativas, como Mal de Alzheimer e câncer. No caso do câncer, apenas alguns tipos, como o de próstata”, lista Ana Paula.

Ana Paula Moura é nutricionista e fitoterapeuta e atende no Rio de Janeiro. CRN 95100221 – Mais informações: Site oficial / Doctoralia / Facebook

Foto: Shutterstock

TAGS
alimentacao
suplementos
vitamina-e

FIQUE POR DENTRO DE DICAS
DE SAÚDE
E BEM-ESTAR

Nenhum comentário para "A vitamina E pode ajudar a prevenir o Mal de Parkinson?"
Seja o primeiro a comentar

Obrigado por compartilhar sua opinião! Todos os comentários passam por moderação, por isso podem não aparecer imediatamente na matéria.